‘Tem muita espuma nesse chope ainda’, diz Mourão sobre Lula em 2022

Vice-presidente diz preferir aguardar os desdobramentos da decisão do ministro Edson Fachin, do STF, que devolveu direitos políticos ao petista
-Publicidade-
Vice-presidente disse que ainda é cedo para fazer prognósticos sobre a corrida eleitoral
Vice-presidente disse que ainda é cedo para fazer prognósticos sobre a corrida eleitoral | Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

O vice-presidente Hamilton Mourão comentou nesta terça-feira, 9, a decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), de anular as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no âmbito da Operação Lava Jato, alegando que a 13ª Vara Federal de Curitiba não teria competência para julgar os processos.

Ao ser indagado sobre o impacto da decisão, que devolveu os direitos políticos ao petista e o tornou elegível para a sucessão presidencial de 2022, Mourão disse que ainda é cedo para traçar qualquer prognóstico eleitoral.

-Publicidade-

“Tem muita espuma nesse chope ainda, tem que ser decantado isso. Tem muita gente fazendo análise prospectiva por mera extrapolação de tendência, porque não se faz análise prospectiva assim. Tem que esperar todas as consequências, todas as decorrências. Tem muita coisa ainda para rolar”, afirmou o vice-presidente.

“Então, independentemente da chicana jurídica que seja feita, anula processo, anula prova, a realidade é a seguinte: contra fatos não há argumentos. Então, é isso que a gente vai aguardar que aconteça no futuro.”

Mourão disse ainda que “a imensa do povo brasileiro é constituída de homens e mulheres de bem”. “Todos, sem exceção, procuram se basear em princípios da ética, da moral, dos bons costumes, respeitam a honestidade, a integridade e a probidade. E os homens públicos têm que se pautar por isso.”

Leia também: “Lula ainda pode se tornar inelegível antes de 2022, diz advogado”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.