CEO da Oi comemora aumento de quase 100% no tráfego de streaming

CEO da Oi comemora aumento de quase 100% no streaming durante crise do coronavírus.
-Publicidade-
Fernando Frazão / Agência Brasil
Fernando Frazão / Agência Brasil

Rodrigo Abreu preocupa-se, no entanto, com a inadimplência gerada pela crise do coronavírus no setor de telecomunicações

Fernando Frazão / Agência Brasil

O confinamento social fez com que o uso do sistema de telecomunicações e da internet crescesse bastante no Brasil. Para a operadora Oi, por exemplo, o aumento de tráfego girou em torno de 30% a 40%, segundo o presidente da companhia, Rodrigo Abreu e em região com acesso a streaming e transmissão de conteúdo, o crescimento vai para quase 100%.

-Publicidade-

“Existe aumento de tráfego, no entanto existe impacto de inadimplência e redução de recarga do pré-pago”, lamentou, porém, o executivo. “Isso tem impactado as operadoras, vemos essa retração acontecendo mas ainda é cedo para ser mais preciso sobre a tendência dos próximos meses”.

Abreu também afirma que a venda do setor de telefonia móvel da Oi não está descartada. “O negócio de telefonia móvel é de 40 milhões de usuários, gera caixa e resultado. Mas é uma operação de escala. Nesse sentido a companhia traçou possibilidades e em algumas delas analisamos se vale a pena vender esse segmento.”. Para ele, caso aconteça, a empresa ganhará fôlego para investir mais em infraestrutura de telecomunicação.

O CEO está à frente da companhia desde a renúncia de Eurico Teles, em janeiro deste ano. Anteriormente, atuava como coordenador do Comitê de Transformação, Estratégia e Investimentos e depois como diretor de operações na própria Oi e presidiu a subsidiária brasileira da Tim.

 

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.