A política econômica do governo está correta

É o que afirma Ubiratan Jorge Iorio, em artigo publicado na Edição 93 da Revista Oeste
-Publicidade-
Ministro da Economia, Paulo Guedes, secretária especial do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Martha Seillier e equipe econômica, durante coletiva de imprensa em 15 de dezembro de 2021
Ministro da Economia, Paulo Guedes, secretária especial do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Martha Seillier e equipe econômica, durante coletiva de imprensa em 15 de dezembro de 2021 | Foto: Edu Andrade/Ascom/ME

Em artigo publicado na Edição 93 da Revista Oeste, Ubiratan Jorge Iorio argumenta que a política econômica do governo de Jair Bolsonaro está correta. Segundo o colunista, a equipe do ministro Paulo Guedes enfrenta bastantes adversários em um jogo político viciado.

Leia um trecho

“O que se viu no plano político no ano que se despede foi um jogo viciado e cada vez mais desigual, de três contra um: de um lado, (a) não poucos congressistas, com destaque para os presidentes das duas Casas e para uma oposição especializada em sabotagens — como a de ir chorar quase diariamente no tapetão do STF —, bloquearem pautas e tumultuarem votações; (b) os semideuses de toga prejudicando a segurança jurídica com seus narizes abelhudos; e (c) a velha imprensa saudosa de mesadas oficiais. E, do outro, acuado por um bombardeio incessante, o governo federal, ou, melhor dizendo, a sua ala não política, uma vez que setores da chamada ala política, devido ao manicômio partidário da nossa república, algumas vezes parecem jogar no time adversário.

-Publicidade-

Porém, para desespero da turma do contra, apesar dos inúmeros ventos contrários, é possível identificar, com algum esforço, uma concretude de ações imprescindíveis para o cultivo da esperança; primeiro, porque a política econômica do governo, a cargo da sua equipe liberal — a única merecedora desse adjetivo no período republicano e, talvez, em toda a nossa breve história de cinco séculos —, optou desde o início pelo caminho certo, o do estímulo à liberdade econômica, sem dúvida o maior dos elementos geradores de riqueza; e, segundo, porque a economia brasileira — sabe-se lá o porquê — sempre surpreendeu positivamente.”

Gostou? Dê uma olhada no conteúdo abaixo.

Revista Oeste

A Edição 93 da Revista Oeste vai além do artigo de Ubiratan Jorge Iorio. A publicação digital conta com reportagens especiais e artigos de Augusto Nunes e Branca Nunes, J.R. Guzzo, Silvio Navarro, Guilherme Fiuza, Ana Paula Henkel, Dagomir Marquezi, Ives Gandra Martins, Janaina Paschoal, José Geraldo Barbosa Jr. e José Luiz B. Bevilacqua, Aguinaldo Silva, Theodore Dalrymple, Deonísio da Silva e Bruno Meyer.

Startup de jornalismo on-line, a Revista Oeste está no ar desde março de 2020. Sem aceitar anúncios de órgãos públicos, o projeto é financiado diretamente por seus assinantes. Para fazer parte da comunidade que apoia a publicação digital que defende a liberdade e o liberalismo econômico, basta clicar aqui, escolher o plano e seguir os passos indicados.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

  1. Resido e trabalho em Brasília há 43 anos ! Infelizmente 4 anos é pouco ,para limpar a Capital Federal desses políticos e juízes corruptos há necessidade de mais 4 ! No mínimo !

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.