Aneel reajusta bandeiras tarifárias em até 64%

Novos valores entrarão em vigor em 1º de julho
-Publicidade-
Novos valores refletem inflação e aumento de custos
Novos valores refletem inflação e aumento de custos | Foto: Divulgação/Agência Brasil

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira, 21, reajustes nas bandeiras tarifárias que incidem nas contas de luz, em caso de escassez de chuvas ou de qualquer fator que aumente o custo de produção de eletricidade. Os aumentos irão de 3,2% a 63,7%, dependendo do tipo da bandeira. Os novos valores entrarão em vigor em 1º de julho e serão revisados em meados de 2023.

Neste momento, a alta não vai chegar ao consumidor, porque a bandeira tarifária está verde, quando não ocorre cobrança adicional. Segundo a Aneel, o aumento reflete a inflação e o maior custo com as usinas termelétricas em 2022.

Valores

-Publicidade-

A bandeira amarela teve reajuste de 59,5% e passará de R$ 1,874 para R$ 2,989 por megawatt-hora (MWh); a bandeira vermelha de patamar 1, com reajuste de 63,7%, passará de R$ 3,971 para R$ 6,500 por MWh; e a bandeira vermelha de patamar 2 sobe 3,2%, passando de R$ 9,492 para R$ 9,795 por MWh. A bandeira verde não tem cobrança adicional.

Desde 16 de abril, quando foi antecipado o fim da bandeira de escassez hídrica, vigora no Brasil a bandeira verde. Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a bandeira verde será mantida até dezembro, por causa da recuperação dos níveis dos reservatórios das usinas hidrelétricas no início do ano.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

7 comentários Ver comentários

  1. Essa agência é outro cancro! Não sabe trabalhar para a população ou para a nação. Devia ser extinta! Traz mais problemas que soluções! Manipulação de dados é sacanagem contra nós. Ninguem pediu para ser de graça. Mas desse jeito, pagamos em dobro e a agência nos pune por que “tudo é assim”. “Que azar o nosso!” Malditos!

  2. Todas essas agências reguladoras são outro antro de aparelhamento e cabide de empregos a décadas. Atenção governo federal limpeza urgente e geral em todas essas agencias.

  3. A ANEEL fez um leilão emergencial para a contratação de termoelétricas com prazo até 2025 e o resultado foram preços até 7 vezes maiores que a média dos últimos contratos feitos, então agora nós temos que pagar essa irresponsabilidade da dona ANEEL.

  4. ISSO É DE UMA CANALHICE IMPAR!!
    Aumentem a produção…canalhas!!
    O Brasil é feito..construido por gente “estudada” canalha que “pensam fácil”…sem esforço. rasamente cafajeste intelectuais.
    TÁ FALTANDO??!!
    Coloca a culpa na natureza e AUMENTEM O PREÇO….solucionar nunca…pois vivem disso para ROUBAR, esfolar a população.
    MIL VEZES CANALHAS!

    1. MENTEM ao dizer que o Brasil aumentou quase 4 ITAIPUS através da energia solar e eólica…. MENTEM e quando inqueridos saem com essa balela..
      “”aaahhh. De noite não produz! O vento não sopra toda hora né…etc,,etc,,etc..”
      Coloquemos asssim….mesmo que descontássemos TODAS essas desculpinhas…
      Teríamos no mínimo UMA ITAIPU…
      Tem noção do que é UMA ITAIPU apenas em matéria de GWh???
      È MUita energia e CADÊ??!
      Toda hora essa descupal de escassez de chuva não cola mais!!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.