Brasil e Estados Unidos entram em acordo sobre etanol

Governo brasileiro comprará 187 milhões de litros do produto. Em contrapartida, aumentarão importação de açúcar
-Publicidade-
Estados Unidos de Donald Trump e Brasil de Jair Bolsonaro entraram em acordo sobre o etanol | Foto: Alan Santos/PR
Estados Unidos de Donald Trump e Brasil de Jair Bolsonaro entraram em acordo sobre o etanol | Foto: Alan Santos/PR | etanol, estados unidos, itamaraty, acordo comercial, açúcar, milho

Governo brasileiro comprará 187 milhões de litros do produto. Em contrapartida, aumentarão importação de açúcar

etanol, estados unidos, itamaraty, acordo comercial, açúcar, milho
Estados Unidos de Donald Trump e Brasil de Jair Bolsonaro entraram em acordo sobre o etanol | Foto: Alan Santos/PR
-Publicidade-

Brasil e Estados Unidos chegaram a um acordo sobre as questões comerciais que envolvem o etanol, o açúcar e o milho.

De acordo com nota conjunta liberada nesta sábado pelo Ministério das Relações Exteriores de ambos os países, o governo brasileiro se comprometeu a comprar 187 milhões de litros de etanol americano.

Em contrapartida, o país liderado por Donald Trump aumentará a importação de açúcar brasileiro.

Os dois países também vão considerar um aumento mútuo no acesso ao mercado de milho. O produto é o principal insumo para a produção do etanol nos Estados Unidos.

Para o Itamaraty, o documento é uma oficialização das negociações de um acordo comercial que envolve os três produtos. Eles devem durar três meses, período no qual o Brasil isentará o etanol americano de tarifas.

“Os dois países também discutirão maneiras de garantir que haja um acesso justo ao mercado paralelamente a qualquer aumento no consumo de etanol, bem como de coordenar-se e garantir que as indústrias de etanol em ambos os países sejam tratadas de maneira justa e se beneficiem de mudanças regulatórias futuras em produtos de biocombustíveis no Brasil e nos Estados Unidos”, aponta o comunicado.

No início do mês, depois do acordo anterior sobre o etanol entre Brasil e Estados Unidos vencer, o produto americano passou a pagar tarifa de 20% para ser vendido no país.

 

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site