A Caixa anuncia redução de juros e pausa no pagamento de dívidas

Em nota, a instituição garante que a grande maioria das medidas começam a valer a partir da próxima segunda-feira 23
-Publicidade-
Saque será liberado pela Caixa | Foto: PILLAR PEDREIRA / AGÊNCIA SENADO
Saque será liberado pela Caixa | Foto: PILLAR PEDREIRA / AGÊNCIA SENADO | Saque do FGTS

Em nota, a instituição garante que a grande maioria das medidas começa a valer a partir da próxima segunda-feira, 23

-Publicidade-

A Caixa Econômica Federal informou ontem, quinta-feira 19, que vai lançar um pacote de apoio para combater o impacto do coronavírus na economia. Entre as medidas que visam a ajudar pessoas físicas e jurídicas, constam a suspensão, por 60 dias, do pagamento de empréstimos e a redução de juros, em harmonia com o corte na Selic (3,75% ao ano).

Em nota, a instituição garantiu que a grande maioria das novas taxas de juros começa a valer a partir da próxima segunda-feira, 23. “A Caixa está 100% focada em ajudar a população mais carente, em ajudar aqueles que mais necessitam. Esse não é o único grupo de medidas”, garantiu o presidente da instituição, Pedro Guimarães.

Segundo ele, não haverá necessidade de comprovação para suspender o pagamento dos empréstimos. “Isso vale para todos os brasileiros. É uma crise mundial. Em acontecendo uma piora, esses 60 dias podem virar 90, 120 dias”, acrescentou Guimarães.

Confira as medidas do pacote

Para pessoas jurídicas (empresas)

  • Disponibilização de carência de até 60 dias nas operações parceladas de capital de giro e renegociação;
  • Disponibilização de linhas de crédito especiais, com até seis meses de carência, para empresas que atuam nos setores de comércio e prestação de serviços, com taxas reduzidas e até 60 meses para pagamento;
  • Redução de juros de até 45% nas linhas de capital de giro, com taxas a partir de 0,57% ao mês;
  • As empresas poderão solicitar pausa estendida de até duas prestações em seus contratos habitacionais.

Para pessoas físicas

  • Ampliação das linhas de crédito consignado (a partir de 0,99% ao mês, penhor a partir de 1,99% ao mês e CDC a partir de 2,17% ao mês);
  • Disponibilização gratuita do cartão virtual de débito Caixa aos mais de 100 milhões de correntistas e poupadores, que possibilita compras on-line nos sites de e-commerce de forma prática e segura;
  • Pausa de até 60 dias nas operações parceladas de crédito pessoal;
  • Nos contratos habitacionais, os clientes poderão solicitar a pausa estendida de até duas prestações pelo app Habitação Caixa sem a necessidade de comparecimento às agências.

Hospitais

A Caixa vai liberar 3 bilhões de reais em linhas de crédito destinadas às Santas Casas e aos hospitais filantrópicos que prestam serviço ao SUS, para reestruturação de dívidas e novos recursos.

Além disso, o banco estabelece a taxa de juros de 0,80% ao mês para prazos de até 60 meses (redução de 14%) e também a opção de taxa de juros de 0,87% ao mês para prazos de até 120 meses (redução de 23%). Nessa linha, o prazo de pagamento será de até 120 meses e carência de até seis meses.

(com informações da Agência Brasil)

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site