-Publicidade-

Caixa Econômica Federal fecha 2020 com lucro de R$ 13 bi

O resultado representa alta em relação ao terceiro trimestre e ao mesmo período de 2019
No quarto trimestre de 2020, a Caixa registrou lucro líquido de R$ 5,6 bilhões
No quarto trimestre de 2020, a Caixa registrou lucro líquido de R$ 5,6 bilhões | Foto: Camila Lima/Futura Press/Estadão Conteúdo

A Caixa Econômica Federal registrou no quarto trimestre de 2020 lucro líquido de R$ 5,6 bilhões.  O resultado representa alta em relação ao terceiro trimestre e ao mesmo período de 2019. No entanto, no acumulado do ano, o lucro do banco caiu 37,5%. Os detalhes do balanço serão apresentados pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães, na tarde desta quinta-feira, 18. Segundo dados do balanço, apesar do aumento nas operações de crédito, as receitas da Caixa com tarifas caíram 13% no ano passado, de R$ 23,5 bilhões para R$ 27 bilhões.  O resultado das operações de tesouraria também recuou 34,7%, para R$ 28,6 bilhões. Já as despesas administrativas da Caixa subiram 5,1% com o pagamento do auxílio emergencial. E a provisão para calotes teve alta de 3,4%, passando de R$ 10,7 bilhões no fim de 2019 para R$ 11,1 bilhões em 2020.

No quarto trimestre de 2020, as operações de crédito foram impulsionadas pelo aumento nos financiamentos habitacionais, que representam mais da metade da carteira da Caixa e empréstimos para as empresas, sobretudo micro e pequenas empresas (Pronampe), linha especial de apoio ao setor durante a crise. No ano, a carteira de crédito total do banco atingiu R$ 787,4 bilhões — alta de 13,5% em relação a 2019. Os empréstimos para as empresas subiram 83,7%, de R$ 38,6 bilhões para R$ 70,9 bilhões. A alta no crédito habitacional foi de 9,8%. Com a suspensão do pagamento de dívidas, uma das medidas anunciadas pela Caixa para aliviar o orçamento das famílias e empresas na crise e campanha de regularização de dívidas, a taxa de inadimplência acima de 90 dias ficou 1,73%, redução de 0,44 ponto percentual.

Leia também: “Caixa Econômica Federal vai investir em agências agrícolas”

Com informações de O Globo

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.