Comércio deve registrar pior Páscoa desde 2008, estima CNC

Os impactos da pandemia na renda da população explicam a baixa expectativa
-Publicidade-
Menos pessoas comprarão ovos de Páscoa em 2021
Menos pessoas comprarão ovos de Páscoa em 2021 | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O faturamento do comércio na Páscoa em 2021 deve ser ainda menor que o do ano passado, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). No segundo ano da pandemia, a CNC estima que a quinta data comemorativa mais importante do varejo brasileiro deverá movimentar R$ 1,6 bilhão, o menor volume desde 2008 e correspondente a uma retração de 2,2% na comparação com 2020. Vale lembrar, no entanto, que no ano passado já se registrara um tombo de 28,7% na arrecadação do comércio na Páscoa. De acordo com a CNC, os impactos da pandemia na renda da população, a redução de importados e o fechamento do comércio às vésperas do feriado explicam a baixa expectativa. “Esse é um segmento que, historicamente, depende de consumo presencial”, explicou o presidente da instituição, José Roberto Tadros. “Ainda há grande dificuldade de adaptação das vendas on-line para a compra de itens como chocolate, ovos de Páscoa e produtos de supermercado, apesar de todos os avanços já feitos pelas empresas”, completou. As informações são do G1.

Leia também: “Comerciantes de Aparecida (SP) divulgam carta pela reabertura da economia”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.