-Publicidade-

Em setembro, Brasil criou 313 mil vagas formais

Caged informa que o país registrou saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada pelo terceiro mês consecutivo
O ministro da Economia, Paulo Guedes | Foto: MARCOS CORRÊA/PR
O ministro da Economia, Paulo Guedes | Foto: MARCOS CORRÊA/PR | O ministro da Economia, Paulo Guedes | Foto: MARCOS CORRÊA/PR

Caged informa que o país registrou saldo positivo na geração de empregos com carteira assinada pelo terceiro mês consecutivo

em setembro
O ministro da Economia, Paulo Guedes | Foto: Marcos Corrêa/PR

O Brasil registrou saldo positivo na geração de empregos pelo terceiro mês consecutivo. Em setembro, foram criados 313.564 empregos com carteira assinada, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). O saldo é a diferença entre as contratações e as demissões. No mês passado, o país registrou 1.379.509 contratações e 1.065.945 demissões. O resultado de setembro foi o melhor para um mês em todo o ano de 2020 até agora. Também foi o melhor resultado para meses de setembro desde o início da série histórica, em 1992. Até então, o melhor valor em setembro tinha sido registrado em 2008, quando foram abertas 282.841 vagas com carteira assinada.

Ainda segundo o Caged, as cinco regiões do país também registraram saldo positivo em setembro. A alta no Nordeste foi a maior: 1,38%, em relação ao ano passado, com 85.336 novos postos. Depois, aparece o Norte, com aumento de 1,15% e 20.640 novas vagas de emprego com carteira assinada. No Sul, a alta foi de 0,85% e 60.319 novas vagas; no Sudeste, 0,65% e 128.094; e no Centro-Oeste, 0,59% e 19.194 novas vagas. O ministro da Economia, Paulo Guedes, garante que os números crescentes de geração de emprego indicam a recuperação da economia em V. “Não só estamos criando empregos, como estamos criando em ritmo crescente. Isso tem ocorrido por três meses seguidos”, comemorou.

Leia também: “‘Jamais esteve sob análise privatizar o SUS’, diz Guedes”

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês