FMI eleva projeção de crescimento econômico da América Latina

Melhora ocorreu em virtude da demanda “surpreendentemente forte” na primeira metade do ano, afirma o órgão
-Publicidade-
Região deve crescer 6,3% em 2021
Região deve crescer 6,3% em 2021 | Foto: José Carlos Daves/Agência F8/Estadão Conteúdo

Nesta quinta-feira 21, o Fundo Monetário Internacional elevou a projeção de crescimento da América Latina para 6,3% em 2021. O valor é 1,7 pontos percentuais acima da estimativa feita pelo órgão em abril.

De acordo com o documento, a melhora ocorreu em virtude da demanda “surpreendentemente forte” na primeira metade do ano. “Isso refletiu um impacto menor do que esperado da pandemia sobre as atividades econômicas, apoio maior do que o esperado pelas políticas fiscais e o preço mais alto das commodities, entre outros fatores”, comunica o FMI.

Segunda a instituição, as altas nos preços das commodities, historicamente, são associadas a elevação no crescimento do PIB em países latino-americanos. “A demanda externa tem sido um importante motor de crescimento para os exportadores de commodities na América do Sul”, observa a publicação, citando que o México e a América Central foram especialmente influenciados pelo consumo dos Estados Unidos.

-Publicidade-
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.