Guedes sugere que pode renovar auxílio emergencial

Assistência depende do arrefecimento da pandemia do coronavírus
-Publicidade-
Paulo Guedes admite que novas parcelas do auxílio emergencial poderão ser pagas
Paulo Guedes admite que novas parcelas do auxílio emergencial poderão ser pagas | Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

O ministro da Economia, Paulo Guedes, sugeriu nesta terça-feira, 25, que o governo federal pode renovar o pagamento do auxílio emergencial se a pandemia do coronavírus não arrefecer. Por ora, a rodada de 2021 do benefício prevê pagar quatro parcelas que variam de R$ 150, para quem mora sozinho, a R$ 375, para mulheres chefes de família.

“Isso [auxílio emergencial] é outra conversa, depende da pandemia”, afirmou Guedes, após discursar em evento virtual promovido pelo BTG Pactual. “Se a pandemia continuar conosco, teremos de renovar as camadas de proteção. Se a pandemia recua, podemos passar para o Bolsa Família”, concluiu o ministro da Economia.

Leia também: “Guedes: ‘Temos direito de governar 4 anos depois de 30 anos de centro-esquerda’”

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro