IBC-Br indica queda de 1,95% do PIB no primeiro trimestre

Somente em março, de acordo com o IBC-Br, a economia do Brasil recuou 5,9%.
-Publicidade-
Foto: Oleg Gamulinskiy/Pixabay
Foto: Oleg Gamulinskiy/Pixabay | Recessão

Índice do Banco Central que é considerado uma prévia do PIB, aponta já os efeitos da pandemia para a economia brasileira

Recessão
Foto: Oleg Gamulinskiy/Pixabay

O Banco Central (BC) divulgou nesta sexta-feira o Índice de Atividade Econômica (IBC-Br), que é considerado uma prévia do PIB, do primeiro trimestre do ano. De acordo com o BC, a economia brasileira teve um recuo de 1,95% no período.

-Publicidade-

A queda entre janeiro e março foi comparada com o resultado que a economia obteve no último trimestre de 2019, fazendo o chamando ajuste sazonal, visto que são dois períodos diferentes do ano, cada um com a sua própria dinâmica.

Se for comparar com um período igual, o primeiro trimestre de 2019, o IBC-Br indica uma queda mais fraca, de apenas 0,28%, dessa vez sem fazer o ajuste sazonal, informa o G1.

A pandemia do novo coronavírus começou a atingir o país com força no mês de março. A OMS declarou o coronavírus como uma pandemia no dia 11 daquele mês.

Por mês

Em janeiro deste ano, sempre em comparação ao mês anterior, o IBC-Br mostra um crescimento de 0,05%, em fevereiro a alta é de 0,32% e em março, já com o efeito do coronavírus, a queda foi de 5,9%.

Até março, contando os 12 meses anteriores, o IBC-Br aponta um crescimento de 0,75% da economia brasileira no período.

Expectativa do PIB

O Boletim Focus, bancos, o FMI e o próprio governo já estimam que a economia do Brasil deve sofrer uma forte queda em 2020. O Ministério da Economia prevê uma retração de 4,7%, a maior em 120 anos.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.