Índice de Preços ao Produtor diminui em abril

O IPP mede a variação dos valores dos produtos industrializados na saída da fábrica
-Publicidade-
Trabalhadores em linha de produção de fábrica de calçados na cidade de Franca (SP)
Trabalhadores em linha de produção de fábrica de calçados na cidade de Franca (SP) | Foto: Sebastião Moreira/Estadão Conteúdo

Em abril, a inflação medida pelo Índice de Preços ao Produtor (IPP) ficou em 1,89%. No mês anterior, a taxa registrada tinha sido maior: 4,63%. Neste ano, o indicador acumula 16,08% de alta — e nos últimos 12 meses a expansão atingiu 35,69%.

Leia também: “PIB supera expectativas, e Brasil cresce 1,2% no 1º trimestre”

-Publicidade-

O IPP mede a variação dos valores dos produtos industrializados na saída da fábrica. De 24 atividades industriais pesquisadas, 18 registraram alta de preços em abril. Os destaques do mês ficaram para outros e química (4,54%), alimentos (1,53%), metalurgia (4,97%) e produtos de metal (5,96%). Em sete atividades ocorreu deflação (queda de preços). Entra elas constam indústrias extrativas (-0,70%) e derivados de petróleo (-0,55%).

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site