Investimento estrangeiro no Brasil sobe 23% em 2021

No ano passado, o total de investimentos externos chegou a US$ 46,4 bilhões
-Publicidade-
Investimento Estrangeiro Direto na economia brasileira registrou um crescimento de 23% em 2021
Investimento Estrangeiro Direto na economia brasileira registrou um crescimento de 23% em 2021 | Foto: Gerd Altmann/Pixabay

O Investimento Estrangeiro Direto (IED) na economia brasileira registrou um crescimento de 23% em 2021, na comparação com o ano anterior. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, 26, pelo Banco Central (BC).

No ano passado, o total de investimentos externos chegou a US$ 46,4 bilhões. Em 2020, o montante havia ficado em US$ 37,7 bilhões.

Segundo os dados oficiais, os investimentos estrangeiros foram suficientes para cobrir o rombo das contas externas registrado no ano passado.

-Publicidade-

Como noticiado por Oeste, o Brasil subiu para a sétima classificação entre os países que mais atraíram investimento estrangeiro em 2021. É o que informou na semana passada a Agência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento (Unctad).

O relatório é ainda mais positivo do que os números do BC e informa que o IED para a economia brasileira cresceu mais de 100% no ano passado, alcançando US$ 58 bilhões, ante U$$ 28 bilhões em 2020.

“O volume de IED para o Brasil se recuperou em 2021, voltando aos níveis médios de 2016-2019, em torno de US$ 60 bilhões, antes da pandemia, o que mostra que o país continua a atrair investimentos estrangeiros”, destacou o economista Astritt Sulstarova, da divisão de investimentos da Unctad.

Em 2020, o Brasil havia sido o oitavo maior destino de IED, ficando atrás de Tailândia e Luxemburgo. Agora, voltou à sétima posição, superado por EUA, China, Hong Kong, Singapura, Reino Unido e Canadá.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

  1. Com a recuperação da economia, juros e inflação mais baixos, temos potencial de voltarmos a estar entre os três maiores receptores de investimento externo como já ocorreu no passado. O que os investidores estrangeiros realmente querem é maior segurança jurídica para seus investimentos e estabilidade economica para o planejamento de longo prazo.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.