-Publicidade-

Rede de lojas de departamento quer entrar para a Bolsa de Valores

Com mais de 100 estabelecimentos no Brasil, Le Biscuit registra pedido para oferta inicial de ações
Uma das lojas que formam a rede Le Biscuit | Foto: DIVULGAÇÃO
Uma das lojas que formam a rede Le Biscuit | Foto: DIVULGAÇÃO | le biscuit - bolsa de valores

Com mais de 100 estabelecimento no Brasil, Le Biscuit registra pedido para oferta inicial de ações

le biscuit - bolsa de valores
Uma das lojas que formam a rede Le Biscuit | Foto: DIVULGAÇÃO

Mais uma empresa quer comercializar ativos na Bolsa de Valores do Brasil. Na sexta-feira, 28, a rede de lojas de departamento Le Biscuit registrou pedido para a chamada oferta inicial de ações. O ato também é conhecido pela sigla inglesa IPO.

Leia mais: “Havan está prestes a dar os primeiros passos da Bolsa”

O pedido da Le Biscuit foi confirmado pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), órgão que regula o mercado de capitais no país. À frente da solicitação para a marca se tornar empresa de capital aberto está Lukas Ribeiro. A saber: ele é o gestor financeiro da companhia e, agora, diretor de relações com investidores.

De acordo com informações do site Money Times, a expectativa da empresa ao entrar na bolsa de valores é captar recursos para pegar dívidas futuras. Isso porque os valores levantados com a comercialização de ações serão investidos em reformas, expansão da rede, infraestrutura tecnológica, logística e capital de giro.

A rede

Fundada em 1968, a Le Biscuit é genuinamente brasileira. A primeira loja, por exemplo, foi criada em Feira de Santana, no interior da Bahia. Atualmente, a rede tem sua marca exposta em 141 estabelecimentos espalhados em 14 Estados. Nesse sentido, 136 são lojas próprias, com cinco sendo franqueadas.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês