Mansueto destaca confiança em Paulo Guedes

"Toda a minha equipe se mantém. A postura do novo secretário será a mesma, eu vou realizar a transição", afirmou Mansueto Almeida.
-Publicidade-
O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida | Foto: Camargo/Agência Brasil
O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida | Foto: Camargo/Agência Brasil | Mansueto - deixar - mercado - preocupados

Secretário que vai deixar o cargo, destacou a importância das reformas e do ajuste fiscal; sua equipe permanece no governo

Mansueto - deixar - mercado - preocupados
O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida | Foto: Camargo/Agência Brasil

A notícia que Mansueto Almeida vai deixar o comando da Secretaria do Tesouro Nacional do Ministério da Economia deixou muitos políticos e nomes do mercado preocupados neste final de semana.

-Publicidade-

Mansueto é um dos grandes técnicos do governo, com um vasto conhecimento da dívida pública e com uma boa relação com o Congresso. A sua saída é, sem sobra de dúvida, uma perda para o governo.

Em entrevista à Rádio CBN, Mansueto fez questão de destacar a sua confiança no ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmando que a condução da política econômica não vai mudar, e destacou a importância das reformas para que o Brasil volte a crescer.

Veja também: “Reforma trabalhista volta à pauta”

“Se o Brasil passar bem as reformas, o Brasil vai crescer mais”, afirmou o secretário do Tesouro, que destacou que o crescimento da dívida no momento não é um problema em si. Mas que o mercado espera uma perspectiva de quando essa dívida vai começar a cair.

Sobre a relação entre os poderes, Mansueto destacou que “nas últimas semanas o diálogo com o Congresso está melhorando” e que uma relação boa entre os três poderes é fundamental para a aprovação das reformas.

Ele demonstrou incômodo com a frequente judicialização de reformas feitas pelo Poder Judiciário, afirmando que os três poderes da República precisam estar comprometidos.

Confiança em Guedes

Sobre o temor de que o viés reformista e a favor do ajuste fiscal acabe com a sua saída, Mansueto afirmou que “com o ministro Paulo Guedes no comando da Economia, eu não tenho esse medo”.

Destacou ainda, que a parte técnica da sua pasta vai continuar e que ele vai participar da transição: “Toda a minha equipe se mantém. A postura do novo secretário será a mesma, eu vou realizar a transição”, disse.

Ajuste

Por fim, Mansueto destacou a importância da reformas e do ajuste fiscal, ressaltando que ele é benéfico à população. “Mesmo com o ajuste fiscal ainda incompleto, a gente já se beneficiou com a queda do juros”.

Para ele, a crise do coronavírus, que levou a um aumento substancial da dívida, só torna essas reformas ainda mais urgentes e que “se esse país não fizer reforma alguma, ai sim vou ficar preocupado, independente de quem for o próximo secretário”.

Nova vida

Mansueto Almeida afirmou que vai para o setor privado após um período de quarentena, mas que não existe nada definido ainda. Ele terá que passar por um período de quarentena obrigatória, só podendo aceitar um cargo no setor privado em 2021.

Enquanto isso, o agora secretário do Tesouro Nacional quer dar palestras, aulas e escrever. Um livro sobre o seu período no governo não está descartado.

 

 

 

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro