Mesbla volta ao mercado brasileiro depois de 23 anos

Rede de lojas de departamento que faliu em 1999 retorna como plataforma de comércio eletrônico
-Publicidade-
Campanha publicitária de volta da Mesbla está no metrô do Rio de Janeiro
Campanha publicitária de volta da Mesbla está no metrô do Rio de Janeiro | Foto: Reprodução

Famosa rede de lojas de departamentos do mercado brasileiro no último século, a Mesbla retomou atividades depois de 23 anos. A marca agora vai se concentrar no comércio eletrônico e já estreou uma plataforma de produtos.

Fundada em 1912, a Mesbla reinou no mercado praticamente sozinha por décadas e chegou a ter 180 pontos de vendas pelo país. No entanto, em meio a um cenário de dificuldades financeiras e diante da popularização dos shopping centers, a marca decretou falência em 1999.

Agora a marca volta como marketplace de 250 categorias, como eletrônicos, eletrodomésticos, móveis, artigos de casa e decoração. Com o slogan “Uma nova história“, a campanha de divulgação do retorno ao mercado conta já com vagões envelopados no metrô do Rio de Janeiro.

-Publicidade-

O investimento para a retomada dos negócios foi de R$ 500 mil. Os novos sócios da marca são Marcel Jeronimo e Ricardo Viana, que confiam no aquecimento do comércio eletrônico no país para reposicionar a Mesbla entre os consumidores brasileiros.

A marca apresentou sua proposta de retorno aos antigos consumidores por meio de um comunicado nas redes sociais.

“Quem aí não sente saudade das novidades e dos momentos que foram vividos dentro de cada Mesbla espalhada por esse Brasil? As cores, a simpatia de todos, o clima de amizade, tudo era gostoso de viver, não é mesmo? Também estávamos com saudade, e por isso renovamos. Agora somos totalmente digital, para deixar sua vida mais prática, rápida e fácil.”

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.