-Publicidade-

O que a Enjoei espera ao entrar para a B3?

Marca de e-commerce realizou IPO nesta semana
Foto: Cauê Diniz/B3
Foto: Cauê Diniz/B3 | enjoei - b3 - bolsa de valores - e-commerce

Marca de ‘e-commerce’ realizou ‘IPO’ nesta semana

enjoei - b3 - bolsa de valores - e-commerce
Foto: Cauê Diniz/B3

Empresa de comércio eletrônico criada em 2009, a Enjoei é a mais nova integrante da B3, a bolsa de valores brasileira. A companhia concluiu o IPO, sigla que representa oferta inicial de ações, na segunda-feira 9.

Leia mais: “Brasil tem saldo de 231 mil empresas abertas em outubro”

Listada no segmento Novo Mercado da B3, a Enjoei chega ao mundo das ações com objetivo definido. O dinheiro captado no IPO será direcionado para ações que visem à expansão da base de usuários da marca, que ao longo de sua história contabiliza cerca de 1,5 milhão de consumidores.

“A sensação que tenho é que iremos jogar um novo jogo, um jogo diferente. Zeramos o jogo anterior e agora embarcamos nesse foguete, que acaba de ser lançado”, afirmou Ana Luiza McLaren, uma das fundadoras da Enjoei.

Valor das ações

No novo jogo, no entanto, a Enjoei não começou vencendo. O valor inicial da ação foi definido em R$ 9,83, mas não se manteve no decorrer dos últimos dois dias. No pregão desta terça-feira, 10, a cota da companhia de e-commerce acabou o dia negociada a R$ 9,59.

_______________

Receba as principais notícias sobre economia, política, Poder Judiciário, inovação e mundo diretamente no celular. Clique aqui e faça parte da lista de transmissão da Revista Oeste no WhatsApp.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

1 comentário

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês