Adriano Pires desiste de assumir a Presidência da Petrobras

Economista foi nomeado na última semana pelo Ministério de Minas e Energia para substituir o general Joaquim Silva e Luna
-Publicidade-
Adriano Pires seguiu Rodolfo Landim em desistência de indicação na Petrobras
Adriano Pires seguiu Rodolfo Landim em desistência de indicação na Petrobras | Foto: Divulgação/CBIE

Depois da desistência de Rodolfo Landim em assumir o Conselho de Administração da Petrobras, formalizada no último domingo, o economista Adriano Pires também desistiu da indicação à Presidência da empresa.

A informação circulou durante esta segunda-feira, 04, mas inicialmente foi negada pelo governo, numa aparente tentativa de demovê-lo da decisão. O Ministério de Minas Energia chegou a divulgar nota à imprensa rebatendo qualquer comunicação oficial entre a pasta e o indicado.

“O Palácio do Planalto e o Ministério de Minas e Energia não receberam nenhum comunicado oficial do Senhor Adriano Pires nesta segunda-feira (04)”, manifestou a pasta.

-Publicidade-

Durante evento na tarde desta segunda-feira, o ministro da Economia, Paulo Guedes, também manifestou não ter notícias sobre nenhuma mudança na troca de comando da Petrobras.

À noite, porém, tornou-se pública a carta de Adriano Pires ao ministro Bento Albuquerque, comunicando sua desistência. “Ficou claro para mim que não poderia conciliar meu trabalho de consultor com o exercício da Presidência da Petrobras. Iniciei imediatamente os procedimentos para me desligar do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE), consultoria que fundei há mais de 20 anos e hoje dirijo em sociedade com meu filho. Ao longo do processo, porém, percebi que infelizmente não tenho condições de fazê-lo em tão pouco tempo.”

Bento Albuquerque respondeu dizendo compreender as razões de Adriano Pires

Pires havia sido designado na última semana para a vaga do general Joaquim Silva e Luna, mas sua nomeação ainda deveria ser formalizada em uma Assembleia-Geral da Petrobras marcada para 13 de abril. O Palácio do Planalto escolheu o economista como aposta de melhorar a comunicação com a sociedade em um momento de alta de combustíveis, em ano de eleição.

O nome de Pires para a presidência da empresa, no entanto, deveria passar antes por avaliação do Comitê de Pessoas da Petrobras, que analisaria possíveis conflitos de interesse, tomando as atividades atuais do economista, principalmente o papel de consultor do mercado.

O general Silva e Luna foi afastado ao fim do seu mandato por determinação do presidente Jair Bolsonaro, por causa de atritos na política de preços da companhia e de um reajuste com o qual o governo não contava, no momento em que aguardava a aprovação pelo Congresso Nacional de medidas tributárias para controlar a alta dos combustíveis.

Landim recusa Conselho de Administração

No domingo, o Ministério de Minas e Energia havia informado a desistência de Landim pelo comando do Conselho de Administração. O presidente do Flamengo enviou uma carta ao ministro Bento Albuquerque explicando as suas razões.

A indicação de Landim para o cargo era conhecida havia algum tempo e foi anunciada formalmente na semana passada, junto com a nomeação de Adriano Pires, especialista em óleo e gás, para ser o presidente da Petrobras.

Landim optou por permanecer no Flamengo, devido a uma série de pressões e resistências dentro da própria Petrobras. O executivo seria confirmado como presidente do Conselho de Administração na Assembleia-Geral marcada para 13 de abril. A expectativa era que tanto seu nome quanto o de Adriano Pires passariam facilmente pela aprovação, já que a União é acionista majoritária da empresa.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

18 comentários Ver comentários

  1. Não estamos acostumados a ver brasileiros abrindo mão de poder. É muito bom saber que isto está ocorrendo. As coisas estão mudando no Brasil, mudando para melhor. Consciência, responsabilidade, seriedade e dignidade são valores que Bolsonaro e seu governo estão gerando para todos nós.

  2. Acredito que é melhor um tecnocrata do que um político de carreira, se houver conflito de interesses, tira-se ele, simples assim. Mas sempre serei a favor da meritocracia, o resto é fonte de discussão.

  3. Para entender os comentários, vc tem que ler de baixo para cima. A) termicas a gas é um excelente negócio, para os donos e o Brasil, já que o gás tá aí e se não for usado vai ser jogado fora B) os donos das termicas querem o gas na porta, compreensível, pq investindo em gasoduto qdo o negócio micar vão ficar com um 🐘 branco. C) a PB não quer investir, i. é, os sindicalistas não querem deixar que (???). Quem vai pagar a conta do gasoduto: consumidores de EE, consumidor de gasolina, pagadores de impostos?

  4. Brasil de fato:

    …Por entenderem que, na luta por uma sociedade justa e fraterna, a democratização dos meios de comunicação é fundamental, movimentos populares criaram o Brasil de Fato para contribuir no debate de ideias e na análise dos fatos do ponto de vista da necessidade de mudanças sociais em nosso país……

    Não precisa dizer + nada…(JW)

  5. Do site da FUP:
    Por Paulo Motoryn, do Brasil de Fato]

    Indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) à presidência da Petrobras, o economista Adriano Pires tem uma empresa com capital social de R$ 1,2 milhão, chamada Tapd Nit Consultoria Empresarial, sediada em um luxuoso prédio residencial, em uma das áreas mais nobres da cidade de Niterói (RJ).

  6. Conflito de interesses. O sr. Adriano Pires possui uma empresa de consultoria e que presta serviços para outras empresas do ramo de óleo e gás e que o pessoal de um determinado departamento da Petrobrás achou por bem rifar o seu nome em vista disso e ao mesmo tempo, o candidato ao cargo também afirmou que não deixaria de atender seus clientes de muito tempo em sua empresa de consultoria. Enfim é isso, conflito de interesses. Só acho estranho é por que o pessoal do governo indicou o seu nome e o candidato aceitou, há algo de estranho nesse negócio aí.

    1. O jornal Valor Econômico públicou um artigo semana passada, assinado, sugerindo que o Pires seria lobista das termicas a gás. Como o VE obviamente não quer ajudar o governo, outro lobby está por tras disto. Acredito que a FUP, que é quem manda na PB, vetou os 2 nomes. Saberemos qdo aparecerem os novos indicados. Infelizmente a midia de direita é mal informada neste assunto.

  7. O que será que o demoveu da idéia? Foi sua empresa mesmo? Porquê não pensou antes de dar a resposta? Quis aumentar o seu cacife? Há anos vem criticando a Petrobrás, agora , com a oportunidade de conduzir uma possível privatização, amarelou??? Será que foi “confrontado ” pelos petralhas nos bastidores? Veladamente??? Esse povo é assustador…

    1. Renata, sua ultima frase está certa. Quem manda na Petrobrás é a FUP, (*) vetou o cara. Enquanto aquele pessoal não for expurgado nada de útil será feito . (*) Federação única dos petroleiros. Vai na página deles.

  8. Está aí o tal assunto sem nexo que aquele corno do Guiomar, vulgo Gui, o chupador, gay enrustido, disse. Está aí, viado velho, agora tem nexo, sua bichona escrota? Esse f.d.p. me fez baixar o nível e agora está difícil voltar ao normal. Acho que só volto amanhã.

    1. Petista enrustido é assim mesmo, não tem educação, aqui está a prova, não suporta ser confrontado com a verdade, não adianta espernear, pois não vou ler o que vai vomitar aqui, canalha.

      1. Eu sou educado com quem merece, seu escroto. Que prova é essa que você mostrou, que não consegui confrontar com a verdade, seu imbecil, você não diz coisa com coisa. E não adianta dizer que não vai ler o que vou retrucar aqui, que eu sei muito bem que irá ler, seu vagabundo.
        Agora, mudando de pau prá cacete, a treta aqui é com o Guiomar, vulgo Gui, então o que você tem que a ver com isso? Se trata da mesma pessoa, um nick? Ou é o namorado (ou namorada?) e que tomou as dores dele? Vocês dois formam um casal gay, seus safados?
        Enfim, está aí a reportagem dizendo da desistência do Adriano Pires e que já está confirmada com dezenas de notícias. Está bom prá você, viado velho.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.