Preço da energia impulsiona inflação na Zona do Euro

Eurostat confirma alta de 8,6% no custo de vida na região
-Publicidade-
Zona do Euro é formada por países que adotaram essa moeda como oficial
Zona do Euro é formada por países que adotaram essa moeda como oficial | Foto: Reprodução/Pixabay

O custo da energia foi responsável por quase metade da inflação recorde na Zona do Euro em junho. A Eurostat, agência de estatística da União Europeia, divulgou o dado, nesta terça-feira, 19.

Em junho, a inflação média nos 19 países da Zona do Euro bateu 8,6% na base anual, conforme previu a Eurostat. É um novo recorde, depois dos aumentos de 8,1%, em maio, e 7,4%, em abril, de acordo com a Reuters.

Com alta de 22% nos preços, a Estônia liderou a elevação do custo de vida na região. Na sequência, aparecem Lituânia (19,2%) e Eslováquia (12,6%). Os resultados mais amenos ocorreram em Malta (6,1%), na França (6,5%) e na Finlândia (8,1%). A taxa de inflação na Alemanha  foi de 8,2% — o país tem a maior economia da Europa e a quarta do mundo.

-Publicidade-

Os preços da energia contribuíram com 4,19 pontos porcentuais para a leitura geral anual. Além disso, alimentos, álcool e tabaco foram responsáveis por mais 1,88 ponto e serviços, por 1,42 ponto, informou a Eurostat.

Também formam a zona de países que adotaram o euro como moeda oficial: Bélgica, Irlanda, Grécia, Espanha, Itália, Chipre, Luxemburgo, Holanda, Áustria, Portugal, Eslovênia e Finlândia. Já a União Europeia (UE), além dessas nações, inclui: Bulgária, República Tcheca, Dinamarca, Croácia, Hungria, Polônia, Romênia, Suécia. De modo geral, a alta da inflação em todo o bloco bateu 9,6% na base anual em junho.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.