Receita dos fabricantes de máquinas cresce 40% no 1º semestre

América Latina é o principal destino das exportações do setor
-Publicidade-
Foto: Reprodução/Mídias Sociais
Foto: Reprodução/Mídias Sociais

A receita líquida da indústria brasileira de máquinas e equipamentos atingiu R$ 100 bilhões no primeiro semestre de 2021. O valor representa um aumento de 40% em comparação com igual período do ano anterior. O dado foi divulgado nesta quarta-feira, 28, pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos. O setor encerrou junho com cerca de 357 mil pessoas empregadas diretamente — em relação ao mesmo mês de 2020, houve a criação de 61 mil postos de trabalho.

Entre janeiro e junho de 2021, as exportações de máquinas e equipamentos geraram o equivalente a US$ 4 bilhões. O valor representa alta de 21,7% ante o montante conseguido na primeira metade do ano anterior. A América Latina é o principal destino dos envios brasileiros ao exterior, absorvendo 41,4% das vendas internacionais do país.

Leia também: “Confiança da indústria sobe ao maior patamar desde janeiro”

-Publicidade-
Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro