Safra de soja bate recorde em 2020

Produção estimada é de 127 milhões de toneladas
-Publicidade-
Partido Comunista da China adquiriu toneladas da soja brasileira | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL
Partido Comunista da China adquiriu toneladas da soja brasileira | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL | Partido Comunista da China adquiriu toneladas da soja brasileira | Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Produção estimada é de 127 milhões de toneladas

china
Colheita de soja | Foto: Divulgação/Agência Brasil
-Publicidade-

A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) anuncia safra recorde de soja em 2020. A estimativa da produção ficou em 127 milhões de toneladas neste ano, frente às 120,75 milhões produzidas em 2019. A exportação do grão no Brasil — maior produtor do mundo — deve ficar em 82,3 milhões de toneladas. A entidade acredita que o volume produzido em 2021 será ainda maior: 132 milhões de toneladas.

O gerente de sustentabilidade da Abiove, Bernardo Pires, afirmou que o avanço da área plantada em desacordo com a moratória do bioma amazônico é o menor desde o levantamento feito no ciclo 2012/13. Na oportunidade, a monitoria começou a ser feita com os níveis atuais de precisão. Ainda assim, o aumento chegou a 23%.

A entidade teme que a aprovação do chamado “diesel verde” da Petrobras cause ociosidade na indústria de biocombustíveis. A Abiove acredita que o gigante petrolífero poderia alavancar uma série de investimentos no setor, criando um monopólio de mercado e falindo outras empresas.

Leia também: “Produção brasileira de soja foi mais eficiente que a americana em 2020”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

3 comments

  1. Prezado Artur. Como já indaguei várias vezes, volto a lhe indagar: por quê os preços também sobem junto com as safras altas? Não estou obviamente lhe pedindo uma resposta, mas uma pauta sobre como os preços sobem sem que haja problemas de produção ou demanda? O quê exatamente nos interessa a pungência do agronegócio se aqui no mercado interno os preços estão em alta exponencial?

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site