-Publicidade-

Telefonia móvel da Oi: consórcio de Claro, TIM e Vivo ganha prioridade

Telefonia móvel da Oi: consórcio de Claro, TIM e Vivo ganha prioridade
Foto: ARQUIVO/AGÊNCIA BRASIL
Foto: ARQUIVO/AGÊNCIA BRASIL | telefonia móvel da oi - tim claro vivo - highline

Bloco composto por três concorrentes visa ganhar disputa contra empresa ligada a fundo norte-americano

telefonia móvel da oi - tim claro vivo - highline
Oi recebeu proposta da Highline, mas também conversa com concorrentes | Foto: ARQUIVO/AGÊNCIA BRASIL

Mudança na briga pela disputa da telefonia móvel da Oi. Informações divulgadas na noite de hoje dão conta de que o consórcio formado por três concorrentes — Claro, Tim e Vivo — tomou o primeiro lugar nas negociações.

Leia mais: “O que significa a disputa pela telefonia móvel da Oi?”

De acordo com o site do jornal O Estado de S. Paulo, o bloco “ganhou exclusividade” na negociação desse ativo da Oi, companhia que está em processo de recuperação judicial desde 2006. O serviço de telefonia móvel da empresa conta com aproximadamente 34 milhões de clientes no Brasil.

O consórcio de Claro, TIM e Vivo  ganha, assim, vantagem sobre a Highline. Até 2 de agosto, a marca mantida pelo fundo norte-americano Digital Colony detinha a exclusividade nas negociações. Entretanto, a proposta feita não avançou no período.

Vale informar que, até o fechamento desta reportagem, a Oi não divulgou em seu site de relações com investidores nenhum comunicado a respeito da possível prioridade dada ao consórcio formado por suas concorrentes diretas.

Proposta bilionária

A última informação divulgada pela companhia em recuperação judicial revela o valor da proposta inicial feita pelo consórcio. Divulgado em 28 de julho, o valor foi de R$ 16,5 bilhões.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês