Tereza Cristina quer solucionar problema do desperdício de alimentos

Ministra da Agricultura propôs um grupo interministerial para debater o tema
-Publicidade-
Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e ministro da Economia, Paulo Guedes, em evento | Foto: Antonio Araujo/Mapa
Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, e ministro da Economia, Paulo Guedes, em evento | Foto: Antonio Araujo/Mapa

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta quinta-feira, 17, que a redução do desperdício de alimentos precisa ser trabalhada de forma mais objetiva e com maior celeridade pelo governo federal.

“Especialmente na parte regulatória. Proponho que montemos um grupo interministerial, junto com ministério da Economia e da Cidadania, e em 15 dias voltamos a apresentar uma solução”, afirmou a ministra, durante evento da Associação Brasileira de Supermercados.

Leia mais: “Senado analisa MP que permite privatização da Eletrobras”

-Publicidade-

Sobre as questões regulatórias, a ministra apontou que alguns pontos da legislação podem ser revistos, como o tempo de validade dos alimentos.

“Temos certos exageros na legislação sobre os quais podemos fazer adaptação, sem precarizar e respeitando o que o mundo pensa. Podemos rever a legislação para melhorar uma série de gargalos, principalmente quanto à validade dos alimentos”, apontou Tereza Cristina.

Pandemia

Na avaliação de Tereza Cristina, a pandemia de covid-19 trouxe à tona o tema do desperdício alimentar de forma mais perceptível. “Há muito tempo que precisávamos trabalhar o desperdício alimentar de parte mais objetiva. Precisamos agir rapidamente”, comentou.

Visão de Paulo Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, também presente no evento, concordou com a proposta da criação de um grupo interministerial. Ele disse que a reformulação de políticas sociais poderá incluir incentivos para reduzir o desperdício de alimentos.

“Precisamos facilitar conexão entre políticas sociais e desperdícios. Precisamos dar incentivos para que o que é jogado fora possa ser endereçado aos mais necessitados”, afirmou Guedes.

Com informações do Estadão Conteúdo

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

2 comentários

  1. Esse país como um dos maiores produtores de alimentos, já deveria ter um plano desse. Muita gente morrendo de fome, e muito alimento que poderia ser aproveitado, ser jogado no lixo. Vá em frente ministra.

  2. Combater o desperdício é promover o adequado parcelamento e métodos de conservação. Tudo naquelas bandejinhas. Até poderia ficar mais barato. Mas o povo adora meter o mãozão nos cachos de alho e ir retirando as cascas.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site