Vendas do varejo recuam 0,6% em março e fecham trimestre em queda

No acumulado de 12 meses, no entanto, a alta é de 0,7%; em relação a março do ano passado, houve um crescimento de 2,4%
-Publicidade-
Setor de supermercados foi o único a registrar alta entre fevereiro e março, segundo o IBGE
Setor de supermercados foi o único a registrar alta entre fevereiro e março, segundo o IBGE | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Dados divulgados nesta sexta-feira, 7, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam uma queda de 0,6% nas vendas do comércio varejista em março, na comparação com fevereiro deste ano. Com o resultado, o setor fechou o primeiro trimestre de 2021 registrando um recuo também de 0,6%.

No acumulado de 12 meses, no entanto, a alta é de 0,7%. Em relação a março do ano passado, houve um crescimento de 2,4%.

-Publicidade-

De acordo com o IBGE, sete das oito atividades pesquisadas tiveram queda no volume de vendas entre fevereiro e março. A única que registrou alta foi a de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (+3,3%).

Leia também: “Endividamento dos mais pobres cresce na pandemia, aponta estudo”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site