A falsa generosidade chinesa em meio à pandemia

De acordo com a The Spectator, autoridades americanas afirmam que a China forçou o governo italiano a comprar EPIs que a Itália havia doado aos chineses quando a pandemia começou na nação asiática.
-Publicidade-
Foto: DIVULGAÇÃO/FLICKR
Foto: DIVULGAÇÃO/FLICKR | Partido Comunista da China

A China revendeu aos italianos equipamentos de proteção individual (EPIs) que a Itália havia doado ao país asiático

Partido Comunista da China
Foto: DIVULGAÇÃO/FLICKR
-Publicidade-

Após o coronavírus começar a atingir com força a Itália, a China afirmou ao mundo que iria doar equipamentos de proteção individual (EPIs) à nação europeia. O país comandado pelo Partido Comunista, na verdade, acabou vendendo, e não doando esses equipamentos.

De acordo com a revista inglesa The Spectator, autoridades americanas afirmam que a China forçou o governo italiano a comprar EPIs que a Itália havia doado aos chineses quando a pandemia teve início na nação asiática.

“Antes de o vírus atingir a Europa, a Itália enviou toneladas de EPIs para ajudar a China a proteger sua população”, afirmou uma autoridade do governo americano. “A  China então mandou os EPIs italianos de volta para a Itália — a maior parte, não tudo, e cobrou por isso.”

A China aproveitando-se da generosidade dos italianos é apenas um dos exemplos de sua diplomacia desastrosa em meio à pandemia. Muitos dos suprimentos e testes que a nação asiática vendeu a outros países se mostraram pouco eficientes.

A Espanha teve de devolver 50 mil testes rápidos, após descobrir que eram falhos. Em vez de pedir desculpas ou corrigir os defeitos, a China culpa terceiros. Os chineses também rebateram a reclamação da Holanda de que as máscaras adquiridas não atingiam os padrões mínimos de segurança e acusaram os compradores de não fornecer instruções corretas sobre o que queriam exatamente.

“É falso que os oficiais chineses digam que estão ajudando os italianos e os países em desenvolvimento; na verdade, são eles que contaminaram o mundo todo”, afirmou uma alta autoridade do governo americano.

Ele também diz que a campanha de desinformação da China adiou a resposta americana por pelo menos um mês, visto que o coronavírus foi primeiramente visto como um problema local, e não global. Enquanto a China minimizava a pandemia, cerca de meio milhão de pessoas viajaram para os Estados Unidos possivelmente infectadas.

A China não informou de forma correta o número de casos e de mortes em razão do coronavírus no país. Autoridades americanas e britânicas acusam o governo chinês de esconder milhares de mortes.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

7 comentários

  1. Estamos caminhando pra sermos colonizados pelos chineses, assim como o resto do mundo.Que Deus tenha piedade de nós enquanto ele existir, pois no comunismo, ele já era.
    .

    1. Este País, China, governado pelo Partido Comunista, está dando lições astronômicas de que a verdade são mentiras que eles contam. Mundo, acorde!

  2. O mundo está nesta situação alarmante devido ao silêncio da China, em não alertar
    devidamente o perigo que o resto do mundo corria, obviamente à quantidade de mortes que eles falam ter e completamente fictícia

  3. Se não fosse trágico, seria cômico… Situação parecida com a minha, quando tento reclamar do ching ling de um produto que comprei e não funcionou…
    Da minha parte, não compro nunca mais.

  4. Moro nos EUA há 20 anos e insisto em dizer O povo americano tem que cair na real, parar de comprar da China e voltar a produzir o que parou há 20, 30 anos atrás. Acabou a mamata de mandar fazer na China por 10 e vender por 20 ou 25. No dia em que fizerem isso, a China vai voltar a comer só arroz.

  5. Tem um ditado que diz: O barato sai caro.
    O mundo todo foi conivente com o trabalho escravo chinês, mas tudo bem, não é no nosso país.
    Agora estamos pagando pelos produtos baratos da China.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site