Após processo de assédio, Allen Brack deixa a empresa de jogos eletrônicos Blizzard

Ação judicial é movida pelo Departamento de Emprego e Habitação da Califórnia
-Publicidade-
Allan Brack estava no comanda da Blizzard desde 2018 | Foto: Morten Skovgaard/Flickr
Allan Brack estava no comanda da Blizzard desde 2018 | Foto: Morten Skovgaard/Flickr

Allen Brack deixou a presidência da Activision Blizzard, uma das maiores empresas de jogos eletrônicos do mundo. A alteração acontece em meio a um processo de assédio sexual movido pelo Departamento de Emprego e Habitação da Califórnia (DLSE, na sigla em inglês) contra a companhia.

Leia mais: “Biden pede renúncia do governador de Nova York após acusações de assédio sexual”

Segundo comunicado, Brack sai da empresa para “buscar novas oportunidades”. No momento, Jen Oneal e Mike Ybarra, deverão comandar a Blizzard juntos, mas ainda não se sabe se essa será uma decisão definitiva ou temporária.

-Publicidade-

Leia também: “BMG é multado em R$ 5,1 mi por assédio e exploração de aposentados”

Na ação, movida em 20 de julho pelo DLSE, a empresa é acusada de assédio sexual, agressão, e de manter um ambiente hostil contra mulheres, que recebiam salários desiguais e enfrentavam retaliações de seus colegas de trabalho.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro