Arsenal nuclear dos EUA é oito vezes menor que em 1967

11 mil ogivas nucleares norte-americanas foram desmontadas entre 1944 e 2020
-Publicidade-
EUA chegaram a possuir 31.255 ogivas nucleares
EUA chegaram a possuir 31.255 ogivas nucleares | Foto: Katie Lange/Departamento de Defesa dos EUA

As forças militares dos Estados Unidos possuíam 3.750 ogivas nucleares em setembro de 2020. O número aparece em um comunicado emitido pelo governo norte-americano na terça-feira 5. A quantidade é oito vezes menor em comparação ao ano de 1967, época em que o país teve seu estoque recorde (31.255). O dado não era divulgado desde 2017, quando o ex-presidente Donald Trump considerou a informação sigilosa.

Para o Departamento de Defesa dos EUA, “aumentar a transparência dos arsenais nucleares dos Estados é importante para os esforços de não proliferação e desarmamento”.

Entre 1994 e 2020, foram desativadas 11.683 ogivas norte-americanas. De acordo com informações divulgadas pela Associação de Controle de Armas em agosto de 2020, a Rússia possui a maior quantidade de ogivas (6.375). Além dos dois países, Reino Unido, França, China, Israel, Paquistão, Índia e Coreia do Norte confirmam ter armas atômicas.

-Publicidade-

Leia também: “ONU vê indícios de que Coreia do Norte reiniciou reator nuclear”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.