Bélgica adota quarentena para infectados com varíola

País é o primeiro a decretar a medida, que exige 21 dias de isolamento
-Publicidade-
A Organização Mundial da Saúde confirmou 94 casos e 28 suspeitos de varíola dos macacos em 15 países
A Organização Mundial da Saúde confirmou 94 casos e 28 suspeitos de varíola dos macacos em 15 países

A Bélgica é o primeiro país a decretar quarentena obrigatória para infectados com a varíola dos macacos. Segundo o jornal belga La Livre, a decisão foi anunciada na sexta-feira 20. O governo passou a exigir o isolamento de 21 dias depois de confirmar quatro casos da doença. Quem teve contato com pessoas infectadas não precisa se isolar, mas deve permanecer vigilante, principalmente se conviver com pessoas vulneráveis. Apesar do decreto, o Instituto de Medicina Tropical belga avalia que o risco de uma disseminação mais ampla da varíola dos macacos no país é baixo.

Até sábado 21, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 94 casos haviam sido confirmados e 28 suspeitos de varíola foram relatados em 15 países que não são endêmicos para o vírus.

A OMS espera identificar mais casos de varíola dos macacos à medida que expande a vigilância em países onde a doença normalmente não é encontrada.

-Publicidade-

“As informações disponíveis sugerem que a transmissão de humano para humano está ocorrendo entre pessoas em contato físico próximo com casos sintomáticos”, informou a organização.

A varíola dos macacos é uma doença infecciosa geralmente leve e endêmica em partes da África Ocidental e Central. É espalhada por contato próximo e pode ser contida com relativa facilidade por meio de medidas como isolamento e higiene.

Argentina investiga primeiro caso

O Ministério da Saúde da Argentina investiga seu primeiro caso suspeito de varíola dos macacos no país, segundo um comunicado divulgado pelo governo no domingo 22.

Em nota, a pasta informou que um morador da Província de Buenos Aires entrou em contato com o serviço de saúde com sintomas “compatíveis com o da varíola dos macacos”.

O paciente apresentou pequenas feridas em distintas partes do corpo e febre, além disso, ele acabou de retornar de uma viagem à Espanha, país que identificou um pequeno surto da infecção.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.