Benny Gantz se une ao governo Netanyahu

Benny Gantz, então principal líder do Movimento Azul e Branco e principal adversário de Benjamin Netanyahu nas eleições de 2 de março, decidiu entrar no governo do atual primeiro-ministro.
-Publicidade-
O plenário do Knesst, o parlamento israelense
Foto: Itzik Edri/Pikiwiki
O plenário do Knesst, o parlamento israelense Foto: Itzik Edri/Pikiwiki

Principal adversário do atual primeiro-ministro nas últimas eleições, Gantz rachou a oposição ao aceitar fazer parte do governo de Israel

O plenário do Knesst, o parlamento israelense
Foto: Itzik Edri/Pikiwiki

Benny Gantz, então principal líder do Movimento Azul e Branco e principal adversário de Benjamin Netanyahu nas eleições de 2 de março, decidiu entrar no governo do atual primeiro-ministro.

-Publicidade-

Essa decisão rachou o seu grupo político que era formado por três partidos —  Hosen L’Israel, Yair Lapid’s Yesh Atid and Moshe Ya’alon’s Telem — apenas um deles, o Hosen L’Israel, irá apoiar o governo, os outros dois continuam na oposição, segundo o The Jerusalem Times.

De acordo com o acordo entre Netanyahu e Gantz, o ex-líder da oposição foi eleito presidente do Knesset, o parlamento do país, de forma provisória até poder assumir as Relações Exteriores.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.