Biden propõe restrição de armas nos Estados Unidos

Segundo o democrata, a decisão salvará vidas no país
-Publicidade-
Joe Biden quer restringir o acesso da população às armas de fogo
Joe Biden quer restringir o acesso da população às armas de fogo | Foto: Reprodução/Flickr

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pediu ontem, terça-feira 23, que o Congresso norte-americano aprove medidas mais rigorosas de controle de acesso a armas de fogo, um dia depois de dez pessoas terem sido mortas por um atirador em Boulder, no Colorado. “Podemos banir armas semiautomáticas e carregadores de munição de alta capacidade neste país”, afirmou. “Essa não deve ser uma questão partidária. É uma questão norte-americana. Isso salvaria vidas”, advertiu o democrata, em apelo a deputados e senadores. Biden também solicitou ao Senado a aprovação imediata de dois projetos de lei, já chancelados pela Câmara, que tornam mais rigorosa a verificação de documentos e de antecedentes criminais de potenciais compradores de armas e munições. Um dos textos aprovados exige que as checagens sejam obrigatórias em vendas particulares e on-line. O outro projeto eleva de três para dez dias o período para a realização das apurações.

Leia também: “Trump pode criar ‘nova plataforma’ para voltar às redes sociais, diz assessor”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias.
Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.