Brasil zera tarifa de importação para revólveres e pistolas

Medida entra em vigor no dia 1º de janeiro de 2021
-Publicidade-
Revólver Colt | Foto: Divulgação/Redes Sociais
Revólver Colt | Foto: Divulgação/Redes Sociais

Medida entra em vigor no dia 1º de janeiro de 2021

Revólver Colt | Foto: Divulgação/Redes Sociais
-Publicidade-

O governo federal decidiu zerar a alíquota de importação para revólveres e pistolas — a taxação atual é de 20% do valor do produto. A medida entra em vigor em 1º de janeiro de 2021. A resolução que define a isenção da alíquota foi publicada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira, 9, e é de autoria do Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior, órgão vinculado ao Ministério da Economia. No entanto, não estão contemplados no rol de isenção revólveres para tiros de festim, pistolas lança-foguetes e armas de ar comprimido ou de gás.

Com a nova resolução, revólveres e pistolas foram incluídos em uma lista de exceção do Mercado Comum do Sul (Mercosul), bloco comercial formado pelo Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai. Os países signatários do tratado adotam uma Tarifa Externa Comum para uma série de bens, mas cada nação pode determinar a exclusão de alguns produtos.

Leia também: “Balança comercial de SP registra déficit de US$ 7 bilhões”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

9 comments

  1. MARAVILHAAAAAAAAAAA!!!
    O cidadão de bem terá melhores condições, legais e financeiras, para se defender dos vagabundos! Todo país sério permite que seus cidadãos tenham armas de fogo para a defesa sua, de sua família e do seu patrimônio. OBRIGADO, BOLSONARO. VC FEZ VALER O QUE DISSE NAQUELA HISTÓRICA REUNIÃO MINISTERIAL: “UM POVO ARMADO JAMAIS SERÁ UM POVO ESCRAVIZADO”

  2. Excelente! Quanto mais abertura, melhor. Devemos conquistar o mesmo para outros produtos também. É Medida Educativa e em defesa do consumidor!
    Agora vão precisar competir com outros fabricantes para buscarem a melhoria de seus produtos. Serve também para calar a boca daqueles que diziam que Bolsonaro era lobista da Industria nacional de armas.

    1. Vou ficar mais feliz quando, nos moldes da lei de 1807, nos EUA, tivermos uma lei de Insurreição civil contra governos autoritários. Aí eles passarão a ter mais medo do povo.

    1. Petistas são contra flexibilização na venda de armas, pra eles o quando mais difícil melhor, daí eles mesmos se encarregam de contrabandeá-las para vender no Mercado Negro.

  3. Ótima notícia! Ainda ontem vimos pessoas de bem serem trucidadas na cracolândia em SP, a polícia nem tem como protegê-las! Mas um tiro para o alto acabaria com a farra rapidinho. Legítima defesa!

  4. Realmente uma ótima notícia. Parabéns senhor Presidente. Nós não temos outros problemas para enfrentar, então vamos zerando impostos de importação de armas. Que coisa oportuna. Parabéns pela sensibilidade com os problemas do povo brasileiro. Agora já podemos matar com armas importadas. Fica mais chique. Gera mais emprego lá fora. Os milicianos ficam felizes. Os traficantes também. Que ótima e oportuna iniciativa.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site