Revista Oeste - Eleições 2022

Cantor R. Kelly é condenado a 30 anos de prisão por abuso e tráfico sexual

Artista recebeu pena por usar fama e status para estuprar meninas e mulheres
-Publicidade-
Cantor R. Kelly foi condenado a 30 anos, por abuso e tráfico sexual | Foto: Wikipedia
Cantor R. Kelly foi condenado a 30 anos, por abuso e tráfico sexual | Foto: Wikipedia

O cantor Robert Sylvester Kelly, mais conhecido como R. Kelly, foi condenado nesta quarta-feira, 29, a 30 anos de prisão por abuso e tráfico sexual. O homem, de 55 anos, liderava a rede de abuso usando a fama para encontrar as vítimas, que eram meninas e mulheres.

“Uma longa pena de prisão vai impedir que outros ricos, famosos e com excesso de poder cometam esse tipo de crime”, escreveu a promotoria, que pediu a condenação de mais de 25 anos para o cantor.

O cantor foi considerado culpado por um júri formado por cinco mulheres e sete homens. Os advogados de defesa solicitaram que a pena não ultrapassasse dez anos, o que não foi acatado. De acordo com a promotoria, a equipe do R. Kelly o apoiava ou ignorava os comportamentos criminosos.

-Publicidade-

As mulheres vítimas do cantor estavam orando no momento em que a juíza Ann Donnelly lia a sentença. R. Kelly, que estava preso desde 2019, não demonstrou nenhuma reação ao ouvir a pena. “Ele deixou um rastro de vidas quebradas”, disse a juíza.

O julgamento federal de R. Kelly começou em setembro do ano passado e durou cinco semanas, mas a sentença só saiu agora. Na época, o tribunal ouviu depoimentos de pessoas acusando o cantor de traficar mulheres em diferentes Estados dos EUA. Segundo os depoimentos, R. Kelly era auxiliado por gerentes, seguranças e outras pessoas de sua equipe.

Além disso, o cantor de I Believe I Can Fly também foi acusado de obter documentos ilegais para se casar com a cantora Aaliyah, quando ela ainda tinha 15 anos e ele 27, em 1994. O matrimônio foi anulado meses depois.

A defesa de R. Kelly informou que o cantor cresceu em um lar pobre e cheio de violência doméstica e que sofreu abuso sexual desde criança. Os advogados pretendem recorrer da sentença. O homem vai a julgamento, novamente, em agosto deste ano. Contudo, as novas acusações são por imagens de sexo infantil.

Nos anos 2000, R. Kelly foi considerado o rei do R&B (gênero musical de ritmo e blues). Durante sua carreira, vendeu 75 milhões de discos, depois do sucesso das músicas I Believe I Can Fly e Ignition.
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.