China assume a maior empresa de eletricidade do Chile

O preço pago foi US$ 3 bilhões
-Publicidade-
O secretário-geral do Partido Comunista da China, Xi Jinping
O secretário-geral do Partido Comunista da China, Xi Jinping | Foto: Reprodução/Flickr

A proprietária de 96,04% das ações da Compañía General de Electricidad (CGE), a maior empresa do setor elétrico do Chile, é a estatal chinesa State Grid, controlada pelo Partido Comunista. O preço pago foi US$ 3 bilhões (R$ 15,3 bilhões, na cotação atual), em março deste ano.

Com a conclusão da transação, uma das maiores realizadas nos últimos tempos no país sul-americano e autorizada pela Procuradoria Nacional de Economia, a State Grid consolida seu controle de mais da metade do mercado de distribuição de energia elétrica no Chile.

Em 2019, a estatal chinesa assumiu a empresa responsável por uma grande parte da distribuição de energia de Valparaíso, a Chilquinta, por cerca de US$ 2,4 bilhões, informou a agência de notícias EFE, na terça-feira 27.

-Publicidade-

Leia também: “O jogo do gigante”, reportagem publicada na Edição 58 da Revista Oeste

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

2 comentários

  1. O grotesco dos tempos atuais é que o tal entregador, um idiota que incendiou a estátua do Borba Gato e que chama todo mundo de genocida, fascista etc, sem a menor noção do significado das palavras, é bem capaz de aceitar o brinde com o psicopata.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro