China declara que vai manter contato com novo governo do Talibã

O grupo tomou o poder no Afeganistão em agosto
-Publicidade-
O chefe político do Afeganistão, Abdul Ghani Baradar, e o ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi
O chefe político do Afeganistão, Abdul Ghani Baradar, e o ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi | Foto: Xinhua/Li Ran

Nesta quarta-feira, 8, o governo chinês declarou que “está pronto para manter comunicação” com o novo governo do Talibã no Afeganistão. Em agosto, o grupo tomou o poder no país.

“A China respeita a soberania, a independência e a integridade territorial do Afeganistão” , disse Wang Wenbin, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, a jornalistas hoje em Pequim. Ele afirmou que a formação de um governo provisório é um “passo necessário para que o Afeganistão restabeleça a ordem interna e prossiga a reconstrução pós-guerra” e pediu para que a gestão fosse “aberta e inclusiva”.

Telegram
-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro