China invadiu computadores do Vaticano, informa empresa

Documento sobre suposto ataque hacker é divulgado antes do encontro para a possível renovação de um acordo entre Pequim e a Santa Sé
-Publicidade-
Figuras do alto-escalão da Igreja Católica teriam sido alvos de ataque cibernético chinês | Foto: BENHUR ARCAYAN/MALACANA PHOTO BUREAU
Figuras do alto-escalão da Igreja Católica teriam sido alvos de ataque cibernético chinês | Foto: BENHUR ARCAYAN/MALACANA PHOTO BUREAU | Figuras do alto-escalão da Igreja Católica teriam sido alvos de ataque cibernético chinês | Foto: BENHUR ARCAYAN/MALACANA PHOTO BUREAU

Documento sobre suposto ataque hacker é divulgado antes do encontro para a possível renovação de um acordo entre Pequim e a Santa Sé

china
Figuras do alto-escalão da Igreja Católica teriam sido alvos de ataque cibernético chinês
Foto: BENHUR ARCAYAN/MALACANA PHOTO BUREAU

A empresa de segurança Recorded Future informou na quarta-feira 29 que hackers ligados ao Partido Comunista da China se infiltraram em redes de computadores do Vaticano, incluindo a rede do representante em Hong Kong da Igreja Católica Romana.

-Publicidade-

Conforme relatório da companhia, os ataques iniciaram em maio deste ano. Dessa forma, as comunicações entre o Vaticano e a diocese de Hong Kong eram os alvos principais. Além disso, o Vaticano e Pequim devem entrar em conversas neste ano sobre a renovação de um acordo provisório.

Leia também: China intensifica perseguição contra cristãos

O tratado foi assinado em 2018 e permitiu atividades religiosas na China. “Descobrimos uma possível campanha de apoio estatal mirando entidades de alto escalão da Igreja Católica antes da possível renovação do acordo provisório China-Vaticano em setembro de 2020”, garantiu a empresa.

Contudo, em entrevista coletiva, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Wang Wenbin, informou que a China é “uma forte defensora” da segurança no ambiente digital. Recentemente, o governo Trump acusou os chineses roubarem informações sobre a vacina contra a covid-19.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. Mas não são todos de casa? Esse papa ñ sei não tem? A Argentina foi COOPTADA. Aqui não covidão, com a atitude desses bispos comunas assinando a carta denegrindo a imagem de bolsonaros, portanto de nossas famílias e do clã comandado pela eficaz e linda Michelle, a igreja católica no Brasil se escrepou. Haja sermão pra reconduzir o rebanho a acreditar serem o caminho e a luz, ao encontro de Deus Pai.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.