China vai explorar lítio na Bolívia

Consórcio liderado por gigante de tecnologia quer produzir baterias no país até 2025

A Oeste depende dos assinantes. Assine!

-Publicidade-
A Bolívia tem os depósitos de lítio mais ricos do mundo, com uma estimativa de 21 milhões de toneladas
A Bolívia tem os depósitos de lítio mais ricos do mundo, com uma estimativa de 21 milhões de toneladas | Foto: Divulgação

O consórcio chinês CBC, liderado pelo gigante das baterias Contemporary Amperex Technology (Catl), vai desenvolver depósitos de lítio inexplorados na Bolívia, que possui as maiores reservas do mineral do mundo, mas poucos meios locais para desenvolvê-las.

Segundo o governo boliviano, a empresa vai investir mais de US$ 1 bilhão, com o objetivo de produzir baterias de lítio no país até 2025. O valor representa a primeira fase do investimento e é destinado à construção de estradas, à instalação de base e à infraestrutura e fornecimento de energia.

A estatal Depósitos de Lítio Boliviano (YLB) assinou acordos com o consórcio para explorar, refinar, processar e comercializar recursos de lítio em conjunto, informou o Ministério de Hidrocarbonetos e Energia do país.

-Publicidade-

O presidente boliviano, Luis Arce, disse que o país pretende realizar a operação comercial e exportar baterias de lítio no primeiro trimestre de 2025. “Hoje começa a era da industrialização do lítio boliviano”, afirmou Arce.

O CBC, que é 66% controlado pela Catl, venceu ofertas de mais de 20 empresas, incluindo uma unidade do grupo nuclear estatal da Rússia, uma norte-americana e outras três chinesas.

A Bolívia tem os depósitos de lítio mais ricos do mundo, com uma estimativa de 21 milhões de toneladas, ou 23% do total em 2021, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos.

Leia também: “O Ocidente já perdeu?” texto publicado na edição 105 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. Sim, uma boa jazida é aquela que se torna uma mina. Não adianta ter o recurso, sem que haja mineração. Agora, é importante monitorar o uso político dessas reservas.

  2. Abram o olho : A Bolívia já nos surrupiou uma refinaria… No primeiro governo do Molusco. A Venezuela já privatizou mais da metade das empresas estrangeiras. Se continuar neste ritmo, Vai virar uma empresa bolivarina.

  3. Explorção de Lítio, aquele processo que polui diversas vezes mais que a exploração de petróleo?

    Para baterias para carros elétricos que custam 3x mais que um a gasolina e que duram 5x menos?

    Literalmente um negócio da China, hein?

    E assim, China já é dona da AméRDica LatRina dos caudilhos lulistas bolivarianistas.

    1. Carros elétricos, que aliás obtem sua energia vinda inicialmente e majoritariamente de combústiveis fósseis de qualquer maneira.

      Mais uma balela da NWO para tapear trouxas

      Baterias não geram eletricidade.

      Apenas armazenam energia produzida de outra forma e em outro lugar.

      Mas os wokes progressistas adoram, para poder exibir o quanto são “virtuosos”.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.