‘Cisne Branco’ da Marinha bate em ponte no Equador

Marinha já adiantou que o acidente deve ter ocorrido em função do 'efeito da correnteza'
-Publicidade-
"Cisne Branco", da Marinha | Foto: Reprodução/Redes sociais
"Cisne Branco", da Marinha | Foto: Reprodução/Redes sociais

Uma embarcação da Marinha brasileira colidiu com uma ponte de pedestres nesta segunda-feira, 18, em Guayaquil, no Equador. Não houve feridos no acidente.

Em nota, a Marinha informou que apura as causas e as circunstâncias da colisão, mas já adiantou que o incidente deve ter ocorrido em função do “efeito da correnteza”.

-Publicidade-

“No momento, o NVe Cisne Branco encontra-se fundeado em segurança, aguardando disponibilidade de cais para atracação em Guayaquil, onde serão avaliadas as condições de material mais detalhadamente”, informou a Marinha.

Vídeos

Vídeos do momento do acidente foram compartilhados nas redes sociais:

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

6 comentários Ver comentários

  1. Essa ponte foi construída por comunistas com o único objetivo de causar esse acidente!!!

    Querem envergonhar nossa gloriosa marinha!!!

    Não conseguirão!

    Somos patriotas e sabemos a verdade!!

    1. Idiota inútil, geração paulo freire, está insatisfeito com o país em que foi abortado?, simples, cuba, venezuela, coréia do norte, bolivia, nicarágua, e alguns “paraísos” mais, estão de braços abertos para acolher mais um “cumpanheiro”, boa viagem.

  2. Agora eu pergunto: O que um veleiro foi fazer em um rio? Será que não sabiam que lá tem correnteza e que um veleiro não dispõe de motores para navegar nessas águas? Não sou marinheiro mas geralmente essas naves ficam fundeadas ao largo do litoral ou agora não é?

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.