CNN anuncia demissão de âncora Chris Cuomo

Apresentador quebrou as regras da emissora ao ajudar o irmão, Andrew Cuomo, acusado de assédio sexual
-Publicidade-
Chris Cuomo está fora da CNN
Chris Cuomo está fora da CNN | Foto: Reprodução/Flickr

A CNN anunciou no último sábado, 4, a demissão do âncora Chris Cuomo. Segundo a emissora norte-americana, o desligamento do apresentador ocorreu em virtude de seu envolvimento na defesa do irmão, o ex-governador de Nova Iorque Andrew Cuomo, acusado de assédio sexual.

“Contratamos um respeitado escritório de advocacia para realizar a apuração do caso, e o demitimos imediatamente”, informou a CNN. “Durante o processo desta apuração, informações adicionais viram à tona.” De acordo com os investigadores, o jornalista ofereceu conselhos a Andrew.

Em publicação no Twitter, Chris disse estar decepcionado. “Não é assim que quero terminar meu tempo na CNN, mas já disse por que e como ajudei meu irmão”, declarou. No jornalismo, é considerado uma violação ética usar a profissão para defender causas pessoais.

-Publicidade-

O caso

Inicialmente, Chris foi suspenso depois de a procuradora-geral de Nova Iorque, Letitia James, mostrar mensagens de texto em que o âncora buscava usar suas fontes nos meios de comunicação para obter informações sobre o escândalo sexual envolvendo Andrew.

O ex-governador de Nova Iorque assediou sexualmente várias mulheres durante seu mandato, disse James, em relatório divulgado em agosto deste ano. A conduta do democrata é investigada desde março, quando duas ex-assessoras o acusaram de assediá-las no local de trabalho.

“A investigação descobriu que o governador Andrew Cuomo assediou sexualmente funcionárias do Estado de Nova Iorque, com toques indesejados e não consensuais, além de proferir vários comentários ofensivos”, revelou James. Os investigadores ouviram 179 pessoas, incluindo mulheres que o denunciaram e funcionários do governo estadual.

Ligações sórdidas

Em artigo publicado na Edição 89 da Revista Oeste, Rodrigo Constantino escreve sobre o escândalo envolvendo os irmãos Cuomo.

“Um irmão ajudar outro pode ser um gesto bonito, sem dúvida, desde que dentro de limites éticos”, argumentou o colunista. “Se Chris tivesse pedido licença da CNN para colaborar com a defesa de Andrew, nada a contestar. Mas usar seu cargo e sua posição para, nos bastidores, proteger um governador no epicentro de um tiroteio político, e fazer isso enquanto finge divulgar notícias de maneira imparcial, aí é o fim da picada!”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

5 comentários Ver comentários

  1. O tal ex-governador esquerdista está sendo ACUSADO de assédio sexual, por acaso ele já foi a julgamento e foi condenado? Então, qual é o motivo dessa balbúrdia toda?
    Está cada vez mais difícil de viver num mundo como esse, melhor que fazemos é nos recolher em um mosteiro e nos trancar a sete chaves. E olhe lá!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 23,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.