Como Bill Gates previu a ameaça global produzida por um vírus

[caption id="attachment_235585" align="alignnone" width="1023"] Bill Gates - Foto: Reprodução/Flickr[/caption] “Se algo tiver potencial para matar 10 milhões de pessoas nas próximas décadas, não será uma guerra nuclear. Será um vírus”,…
-Publicidade-
O empresário Bill Gates aposta na retomada do segmento das viagens de negócios de luxo nas grandes cidades
O empresário Bill Gates aposta na retomada do segmento das viagens de negócios de luxo nas grandes cidades | | Foto: THOMAS HAWK/FLICKR

Bill Gates
Bill Gates – Foto: Reprodução/Flickr

“Se algo tiver potencial para matar 10 milhões de pessoas nas próximas décadas, não será uma guerra nuclear. Será um vírus”, disse Bill Gates num evento TED em 2015. Lembrando que a epidemia do vírus Ebola foi vencida porque ficou restrita a áreas rurais do oeste da África, Gates emendou: “Na próxima epidemia, o vírus vai pegar o avião e ir ao supermercado”.

-Publicidade-

O bilionário é um estudioso do tema. A Fundação Bill e Melinda Gates investe intensamente em pesquisas científicas com potencial de criar vacinas e remédios que combatam doenças infectocontagiosas. A instituição, por exemplo, tem doado anualmente cerca de 300 milhões de dólares a pesquisas relacionadas à malária.

Na palestra do TED, Gates destaca os aprendizados que a comunidade científica teve com a luta contra a epidemia de Ebola na África. Em 2014, o vírus matou 11 mil pessoas em países como Libéria, Serra Leoa e Guiné. A contaminação se dava, basicamente, em razão de práticas ancestrais funerárias. Os familiares dos mortos manuseavam os cadáveres, com o objetivo de prepará-los para o enterro, e contraíam a doença.

O Ebola ficou confinado a regiões rurais. “O próximo vírus fatal atingirá áreas urbanas”, previu Gates. E mais: ele também levantou a possibilidade de que a epidemia teria origem num patógeno aparentado da influenza — exatamente o caso do coronavírus.

O combate, Gates propõe, deve reunir instituições de saúde e militares. “As Forças Armadas têm larga experiência em logística. Conseguem chegar rápido a lugares de difícil acesso e atuar de modo planejado”, ressalta. No vídeo a seguir, Gates apresenta uma estratégia de combate a pandemias.

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.