Documento mostra que laboratório em Wuhan buscou aportes para criar coronavírus em morcegos

Instituto tentou US$ 14 milhões em investimentos
-Publicidade-
Agência dos EUA se recusou a patrocinar projeto
Agência dos EUA se recusou a patrocinar projeto | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

O Instituto de Virologia de Wuhan e o laboratório norte-americano EcoHealth Alliance buscaram financiamentos dos EUA. A ideia seria patrocinar pesquisas com coronavírus “vitaminados” em morcegos, com a finalidade de inoculá-los contra doenças que poderiam atingir os humanos. É o que informou reportagem do jornal britânico The Telegraph, publicada na quarta-feira 22.

As negociações teriam ocorrido 18 meses antes do aparecimento dos primeiros casos de covid-19. Conforme documentos, a EcoHealth Alliance apresentou uma proposta de subsídio aos EUA em 2018, descrevendo um plano para liberar “nanopartículas penetrantes na pele e aerossóis contendo ‘novas proteínas quiméricas de pico’ de coronavírus de morcego em cavernas chinesas.”

Os pesquisadores da China também queriam criar “vírus quiméricos que fossem geneticamente modificados para infectar humanos mais facilmente”, informa o Telegraph. Para isso, solicitou-se aporte de US$ 14 milhões à Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa (DARPA, na sigla em inglês). Os cientistas queriam facilitar a entrada do patógeno nas células humanas.

-Publicidade-

A DARPA se recusou a financiar o trabalho.

Leia também: “O jogo do gigante”, reportagem publicada na Edição 58 da Revista Oeste

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

10 comentários Ver comentários

  1. Danado este país.
    Sempre copiou tudo na maior cara de pau e nunca deu em nada.
    Já passou da hora de responsabilizá-los pelos seus atos, como é o caso deste virus maldito.

  2. …plano para liberar “nanopartículas penetrantes na pele e aerossóis contendo ‘novas proteínas quiméricas de pico’ de coronavírus de morcego em cavernas chinesas.”? Que raio de pesquisa sem ambiente controlado é essa? Tá parecendo mais criação de justificativa de que o vírus partiu de cavernas.

  3. Necessidade criada foi um sucesso?
    Sou a favor de vacina, mas enquanto elas precisarem de uma mascara pra se garantirem, o sucesso é questionável. Apostem na eficácia das vacinas. Tem dúvidas se funcionam? Então todas as dúvidas são válidas.
    E Liberdade não se negocia, se respeita.

  4. Vírus quiméricos… possivelmente fabricados com partes de DNA de outros vírus, em outras palavras, fabricados em laboratório. Em parte o Bolsonaro tinha razão ao afirmar que não iria tomar essas vacinas para não se transformar em uma quimera formada de Bolsonaro com rabo de jacaré e com asa de morcego. No fim Bolsonaro tinha razão, à sua maneira, pitoresca como sempre.

  5. Apenas mais uma notícia nos deixando horrorizados com relação à este país e seu maldito regime. Que País tem condição ou interesse para mudar isso? Eles realizam todo tipo de barbárie e o mundo assiste e se divide entre aqueles que ficam escandalizados e os que aplaudem e seguem como se fosse uma seita, sem analisar nada. A nossa liberdade individual foi negociada da forma mais suja possível. Vide o que aconteceu e continua acontecendo nessa pandemia. Tem os que nunca aceitarão tudo que nos é imposto.
    E tem os que acham que governo bom é governo que te tranca, te vacina à força, te isola caso você ouse contestar vacina. Tem muita gente aplaudindo.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.