Em meio à Ômicron, pedidos de seguro-desemprego sobem nos EUA

Foram 230 mil solicitações na semana encerrada no dia 8 de janeiro, 23 mil a mais do que nos sete dias anteriores
-Publicidade-
Times Square, em Nova Iorque
Times Square, em Nova Iorque | Foto: Randomwinner/Pixabay

O número de pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos registrou um salto expressivo na primeira semana de 2022, em meio ao avanço da variante Ômicron do coronavírus no país.

Segundo dados divulgados nesta quinta-feira, 13, pelo Departamento do Trabalho do governo norte-americano, foram 230 mil solicitações na semana encerrada no dia 8 de janeiro — 23 mil a mais do que nos sete dias anteriores.

-Publicidade-

O resultado ficou acima da expectativa de economistas consultados pelo jornal The Wall Street Journal e pela agência Reuters. A perspectiva era de cerca de 200 mil pedidos nos primeiros sete dias do ano.

Na semana anterior, o total de solicitações de seguro-desemprego nos EUA foi revisado e ficou em 207 mil. A média móvel de quatro semanas fechou em 210,7 mil pedidos, o que corresponde a um aumento de mais de 6,2 mil em relação ao período anterior.

Já o número de pedidos continuados — pagos a trabalhadores que estão desempregados há mais de uma semana — recuou em pouco mais de 6 mil solicitações, para 1,9 milhão.

Emprego

Como noticiado por Oeste, a geração de empregos nos EUA ficou abaixo das expectativas do mercado em dezembro do ano passado. Dados divulgados pelo Departamento de Trabalho do governo norte-americano mostram que foram criadas 199 mil novas vagas no período.

Analistas consultados pela Reuters projetavam a geração de cerca de 400 mil novos empregos no último mês de 2021. Em novembro, a taxa foi revisada para cima, de 210 mil para 249 mil vagas.

O índice de desemprego no país registrou queda em dezembro, de 4,2% para 3,9%. A estimativa do mercado era de uma taxa de 4,1%.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.