EUA acusam Rússia de envenenar Navalny e anunciam sanções

O governo russo nega a tentativa de assassinato
-Publicidade-
Navalny foi envenenado pela FSB, segundo o governo norte-americano
Navalny foi envenenado pela FSB, segundo o governo norte-americano | Foto: Reprodução/Flickr

O governo de Joe Biden tornou públicos nesta terça-feira, 2, os relatórios de investigação sobre como a agência russa FSB esteve por trás do envenenamento de Alexei Navalny, o principal político de oposição ao governo de Vladimir Putin. Também foram anunciadas sanções contra Moscou pelo ataque e pela prisão de Navalny. Sete dirigentes do governo russo foram sancionados; nenhuma advertência direta foi feita em relação a Putin. Washington confirmou que Navalny foi atacado com o produto químico novichok, que já havia sido usado em outros dissidentes políticos. Em conferência, autoridades do governo norte-americano afirmaram que a decisão foi tomada em coordenação com a União Europeia e reiterou o pedido de Biden para que a Rússia liberte Navalny. A Rússia nega que tenha tentado matar o principal opositor de Putin no ano passado.

Leia também: “Na Rússia, opositor de Putin é transferido para ‘local desconhecido’”

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.