Ex-diretor do Louvre é preso por tráfico de antiguidade

Jean-Luc Martinez é acusado de lavagem de dinheiro e cumplicidade em fraude organizada  
-Publicidade-
Fachada do Museu do Louvre, em Paris | Foto Bromme/TheNews2/Estadão Conteúdo
Fachada do Museu do Louvre, em Paris | Foto Bromme/TheNews2/Estadão Conteúdo

O ex-diretor do Museu do Louvre Jean-Luc Martinez é investigado pelo envolvimento em um esquema de tráfico de antiguidades do Egito e chegou a ser preso nesta semana.

Martinez foi acusado na quarta-feira 25 em Paris de “lavagem de dinheiro e cumplicidade em fraude organizada”, em um inquérito que investiga o tráfico de antiguidades do Oriente Médio, segundo informações da Rádio França Internacional. Além dele foram presos Vincent Rondot, conservador do departamento de antiguidades egípcias, e o egiptólogo Olivier Perdu.

O que motivou a prisão dos especialistas em arte foi uma estela egípcia de 3300 anos, que teria sido roubada e atualmente está em exposição no Louvre Abu Dhabi, sede do museu parisiense nos Emirados Árabes. A peça, feita em granito rosa, tem inscrições relativas ao faraó Tutankhamon. A estela tem o selo do faraó e foi comprada pelo Louvre Abu Dhabi em 2016, por € 8 milhões.

-Publicidade-

De acordo com o jornal francês Le Canard Enchaîné, que anunciou as prisões, os investigadores buscam descobrir se Martinez “fez vista grossa” à falsificação de certificados de origem de cinco antiguidades egípcias, incluindo a estela de granito rosa de Tutancâmon.

Jean-Luc Martinez foi diretor do Louvre de 2013 a 2021 e é atualmente o embaixador francês para a cooperação internacional em defesa do patrimônio.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

1 comentário Ver comentários

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.