-Publicidade-

Francisco pede a socialista que ‘construa a pátria com todos’

Presidente da Espanha, Pedro Sanchez visitou Sua Santidade para discutir questões diplomáticas
Foto: Divulgação/Vatican News
Foto: Divulgação/Vatican News | Foto: Divulgação/Vatican News

Presidente da Espanha, Pedro Sanchez visitou Sua Santidade para discutir questões diplomáticas

francisco
Foi a primeira reunião entre o papa argentino e o presidente socialista espanhol | Foto: Divulgação/Vatican News

O papa Francisco pediu ao presidente socialista da Espanha, Pedro Sanchez, que “construa a pátria com todos”. A declaração foi dada no encerramento de um encontro entre os dois líderes neste sábado, 24, para discutir relações diplomáticas. “Fazer um país progredir parece fácil, mas não é assim”, acrescentou Sua Santidade, ao afirmar que admira a política. O pontífice também aproveitou para tecer críticas ao que chamou de ideologias que desfiguram a pátria. “São álibis que estão disfarçados de modernidade ou de restauração. É muito triste quando as ideologias se apoderam da interpretação de uma nação, de um país e desfiguram a pátria”, concluiu Francisco.

Leia também: “Vaticano renova acordo com o Partido Comunista da China”

Essa é a primeira reunião entre o papa argentino e o presidente socialista espanhol, que foi recebido com todas as honras no pátio San Damaso dentro do Vaticano e, depois do encontro com o papa, se reuniu com o Secretário de Relações com os Estados, Arcebispo Paul Gallagher, em vez do Secretário de Estado, o cardeal Pietro Parolin, como inicialmente previsto. Conforme a agência de notícias AFP, os motivos do encontro entre Sanchez e Francisco estão relacionados à reforma da educação na Espanha, às modificações na lei do aborto e o projeto de eutanásia. Além disso, foram discutidas políticas acerca da pandemia de coronavírus no país liderado pelo governo de esquerda.

* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

4 comentários

  1. O papa não tem que falar subjetivamente como os Comunistas falam. Todos o quê? Como Cuba onde 95% , povo,passam privações de todos os tipos, inclusive de Liberdade e 5% gozam de todas as benesses para manter o povo subjugado? Venezuela idem e a Argentina do papa, indo para o mesmo caminho.

  2. O peronista ,vestido de branco, que reside no Vaticano e que -como no seu Pais natal – esta´se encarregango de destrui-lo , afinal afirmou que gosta de politica . Salvo para os ingenuos isso ja era notorio faz tempo.
    Ele deixou o Ecumenismo para se dedicar completamente ao Poder Temporal.
    A confirmação disso e´so ler a ultima Enciclica ¨Fratelli Tutti ¨ que – ate´para os honestos filosofos de esquerda – e´so um pamphlet publicitario e sobretudo sem conteudo teologico!!!
    Sic transit gloria mundi ,Bergoglio .O sr. se esqueceu isso.

  3. Porque ainda se perde tempo com esse farsante, “chefe” da Igreja Católica, a caminho da cizânia, enquanto êle for papa ! Conspirador…derrubou Bento XVI….sem comentários !!!

Envie um comentário

-Publicidade-
Exclusivo para assinantes.
R$ 19,90 por mês