Greve de trabalhadores de aduana atrasa exportações agrícolas da Argentina

Paralisação durou sete horas, segundo o sindicato do setor
-Publicidade-
Exportações argentinas serão prejudicadas devido à greve desta terça-feira
Exportações argentinas serão prejudicadas devido à greve desta terça-feira | Foto: Reprodução/Mídias Sociais

As exportações de grãos e derivados da Argentina foram afetadas nesta terça-feira, 8, por uma greve de sete horas promovida pelo Sindicato Único de Trabalhadores Aduaneiros (Supara). Os profissionais reivindicam prioridade na vacinação contra a covid-19, segundo a agência Reuters.

“A medida começou às 10 horas da manhã”, disse o porta-voz do Supara, Marcelo Bisurgi. “Estamos recebendo os informes dos companheiros, e obviamente toda a tarefa habitual do trabalho de comércio exterior vai sofrer.”

-Publicidade-

Os hermanos estão entre os maiores exportadores de alimentos do mundo.

Leia também: “Do G20, Argentina é o país que mais vai demorar para sair da crise”

Telegram
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

Envie um comentário

-Publicidade-
Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Payment methods
Security site
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Payment methods
Security site