Inflação nos EUA chega a quase 8% em fevereiro, maior desde 1982

Preço dos combustíveis impactou o resultado
-Publicidade-
Inflação é a maior taxa registrada desde janeiro de 1982, quando o índice foi de 8,4%.
Inflação é a maior taxa registrada desde janeiro de 1982, quando o índice foi de 8,4%. | Foto: Adam Schultz/Casa Branca

O Departamento do Trabalho dos Estados Unidos informou nesta quinta-feira, 10, que a inflação dos EUA fechou fevereiro em quase 8% no acumulado anual, em comparação com o mesmo período do ano anterior. Trata-se da maior taxa já registrada desde janeiro de 1982, quando o índice foi de 8,4%.

Conforme o governo, o recorde se deu em virtude do aumento do preço do petróleo no mercado internacional, que já vinha em alta desde 2021 com a recuperação econômica após o auge da pandemia. As altas têm impactado os custos de combustíveis e energia em todo o mundo, incluindo nos EUA.

Saiba mais

-Publicidade-

Em 12 meses, a alta acumulada no preço da gasolina nos EUA é de 38%, da energia, de quase 26%, de eletricidade, 9% e de comida, 8%. O líder de inflação nos EUA são carros e caminhões usados, impactado pela falta de peças na indústria global. Esse grupo subiu mais de 41% em 12 meses. O Departamento de Trabalho reportou que a inflação para o consumidor, excluída a volatilidade em alimentos e energia, ficou em 6,4%, alta em relação aos 6% de janeiro.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

3 comentários Ver comentários

  1. As grandes empresas americanas de gás e petróleo que estão cada vez mais ricas com esta “bagunça ” estão extremamente felizes e o povo virou massa de manobra o impacto sabemos que será desstoso não só para eles mas para o mundo quando eles iniciarem a exportação destes prejuízos

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.