Irã proíbe viagens e impõe lockdown

Medida valerá por uma semana e visa conter avanço da variante delta
-Publicidade-
Carros circulando em Teerã, capital do Irã | Foto: Lucila Runnacles/Flickr
Carros circulando em Teerã, capital do Irã | Foto: Lucila Runnacles/Flickr

O Irã deve impor um lockdown nacional de uma semana à partir do dia 21 deste mês. A informação foi divulgada neste sábado, 14, pela televisão estatal. Todos os negócios não essenciais e escritórios terão que fechar. A ação é uma tentativa do governo iraniano de conter a disseminação da variante delta no país.

Leia mais: “Vacina da Moderna é mais eficaz contra a variante Delta que o imunizante da Pfizer”

Os veículos que não forem de serviços tidos como importantes e essenciais também estarão proibidos de circular durante o isolamento total.

-Publicidade-

Leia também: “Variante Delta: EUA mantêm restrições a viajantes”

O ministério da Saúde do país relatou mais de 29 mil novos casos neste sábado, com 466 mortes. O número representa uma queda depois do recorde de 588 registrado na segunda-feira 9. O total de mortes ultrapassou a marca de 97 mil, segundo os números oficiais do governo do Irã.

Telegram
-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Gostou da Leitura?

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Meios de pagamento
Site seguro