Itália: vacina será obrigatória para maiores de 50 anos

A nova determinação deve começar a valer até o dia 15 de junho
-Publicidade-
A Itália foi um dos primeiros epicentros da pandemia
A Itália foi um dos primeiros epicentros da pandemia | Foto: Julia Casado/Pixabay

O conselho de ministros da Itália autorizou, de forma unânime na quarta-feira 5, um novo decreto-lei que torna a vacinação contra a covid-19 obrigatória no país para maiores de 50 anos.

Segundo a agência italiana de notícias Ansa, que antecipou um rascunho do decreto, a medida “protege a saúde pública e mantém condições seguras para serviços de cuidado e assistência”.

A obrigatoriedade deve começar a valer até o dia 15 de junho, segundo o documento. Pessoas que comprovadamente não possam se vacinar estarão isentas desta obrigação.

-Publicidade-

O governo do primeiro-ministro Mario Draghi já havia tornado a vacinação obrigatória para professores e profissionais de saúde, desde outubro do ano passado.

A decisão ocorre no mesmo dia em que a Itália registrou um recorde de novos casos de covid-19, com 189 mil casos, segundo o Ministério da Saúde italiano. Em 24 horas foram 231 mortes.

A Itália — um dos primeiros epicentros da pandemia — registrou 138 mil mortes por coronavírus desde fevereiro de 2020. Até o dia 5, foram 6,8 milhões de casos confirmados.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.