J.K Rowling é rebaixada no trailer de seu próprio filme

Nome da autora aparece sem nenhum destaque nos últimos segundos do vídeo
-Publicidade-
Foto: Debra Hurford Brown/Divulgação
Foto: Debra Hurford Brown/Divulgação

A autora da saga Harry Potter, J.K. Rowling, foi “rebaixada” no trailer do terceiro filme da série, Animais Fantásticos — Os Segredos de Dumbledore. No trailer do filme inicial, o nome dela aparecia na seguinte chamada: “J.K. Rowling, criadora de Harry Potter, convida você a explorar uma nova era do mundo bruxo”. Já no trailer do segundo filme, ela foi destacada roteirista e produtora.

No terceiro filme, só é possível localizar o nome J.K. Rowling em letras minúsculas no trailer de dois minutos e meio lançado na segunda-feira se você prestar bastante atenção:

-Publicidade-

Diferente dos trailers dos dois filmes da saga Animais Fantásticos, a autora é citada apenas nos últimos segundos, na parte debaixo da imagem, junto com outros nomes. Ela aparece apenas como detentora dos direitos autorais.

Foto: Divulgação| Youtube

Apoio a J.K. Rowling

Os fãs da escritora ficaram indignados com a situação e reclamaram nas redes sociais, de acordo com informações do Express. Entre os comentários: “Não há Animais Fantásticos sem J.K. Rowling”; “Tenha firmeza e faça a coisa certa!!”; “Se ela ajudou a escrever, ela deve ser creditada”; “Ela deveria começar sua própria produtora de filmes, tem os meios para fazê-lo”.

J.K. Rowling está sendo “cancelada” desde que se declarou contrária à ideologia de gênero e chamou ironicamente as mulheres como “pessoas que menstruam”, em junho de 2020. De lá para cá, acusada de “transfobia”, Rowling é perseguida pelas patrulhas ideológicas nas mídias e redes sociais. A criadora de Harry Potter escreveu em seu site que, “quando você abre as portas de banheiros e vestiários a qualquer homem que acredita ser uma mulher – e certificados de confirmação de gênero podem agora ser dados sem necessidade de cirurgia ou hormônios –, então você abre a porta para qualquer e todo homem que deseje entrar. Essa é a simples verdade”.

Mais recentemente declarou sua revolta com a decisão da polícia britânica de considerar que pessoas com pênis que se declaram mulheres não podem ser acusadas de estupro. Ela escreveu no Twitter uma fala que remete ao livro 1984, de George Orwell: “Guerra é paz. Liberdade é escravidão. O indivíduo com pênis que estuprou você é uma mulher”.

-Publicidade-
* O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais.

8 comentários Ver comentários

  1. Esses imbecis ganham fortunas as custas dela e querem regular o que ela pensa e fala e ainda fazer retaliação numa criação dela, é de indignar! Dou todo apoio a autora e ainda faço campanha para comprarem e lerem os livros e boicotarem o filme, é ridículo o que está acontecendo 😠

  2. Mulher é mulher, menstruam e tem menopausa. Homem é homem tem climatério e impotência. Isso é que nos define. De qualquer outra forma é opção sexual. Gato que nasce no forno não é biscoito. Simples assim.

  3. Ela não “chamou ironicamente as mulheres como ‘pessoas que menstruam'”. O que ela fez foi ironizar essa forma maluca de se referir às mulheres, utilizada por militantes dessa tal ideologia de gênero.

  4. não é mais fácil e rápido fazer assi:
    a pessoa com penis que estuprou vc está morta porque vc matou ela com um tiro, facada, atropelada por carro ou até uma canetada na tempora?
    esperar que a justiça seja feita é coisa de idiotas, justiça se faz na bala, não me testem.

  5. Aos retardados de plantão: quem tem pinto é homem. Podem ser socialmente o que quiserem. Mas biologicamente, quem tem pinto sempre será um homem.

  6. Essa loucura dos medíocres, limitados e doentios esquerdistas, não dá mais para estranhar, tentam de tudo, numa demonstração clara de revolta, forçam a obrigar que as demais pessoas, mais sãs do que eles, se comportem iguais a eles.
    O complexo tenta diminuir o outro para que o indivíduo doente não se sinta tão mal!
    Escrevo agora para parabenizar George Orwell pela sua visão tenebrosa, embora escrita de uma maneira lúdica, do que poderia acontecer com a humanidade dada a quantidade de pessoas limitadas e improdutivas com necessidade de alcançar algum valor de mercado, embora não seja esse o cerne do livro, mas sim o da conjuntura atual!

  7. Pelo jeito, essa idiotice de não poder expressar a própria opinião, é no mundo inteiro!!! Por esse motivo é que tem que se expressar mesmo!!!

Envie um comentário

Conteúdo exclusivo para assinantes.

Seja nosso assinante!
Tenha acesso ilimitado a todo conteúdo por apenas R$ 19,90 mensais.

Revista OESTE, a primeira plataforma de conteúdo cem por cento
comprometida com a defesa do capitalismo e do livre mercado.

Meios de pagamento
Site seguro
Seja nosso assinante!

Reportagens e artigos exclusivos produzidos pela melhor equipe de jornalistas do Brasil.